Sony não vai participar do Brasil Game Show; evento continua de pé em outubro

Por Claudio Yuge | 20 de Abril de 2020 às 17h30
Sony
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Playstation

Ficha técnica

Em meio às preocupações com o avanço do novo coronavírus (SARS-CoV-2), vários eventos vêm sendo cancelados, mesmo aqueles que ainda estão um pouco distante, no segundo semestre. A expectativa no início do ano era de que seria possível algumas atrações acontecerem, contudo, conforme o isolamento e o distanciamento social são estendidos, alguns cronogramas começam a ser questionados. A Sony anunciou nesta segunda-feira (20) que não vai participar do Brasil Game Show (BGS), marcado para outubro.

O tweet foi postado às 16h: “Após uma longa avaliação, a Sony Interactive Entertainment decidiu não participar da Brasil Game Show em 2020. Não vemos a hora de podermos interagir com nossos fãs no Brasil e anunciarmos atividades emocionantes até o final do ano”. Segundo a assessoria, não há mais informações adicionais sobre as razões, nem mesmo a confirmação se seria mesmo por conta da COVID-19. Um balde de água fria para quem sonhava em ver algo relacionado ao PlayStation 5 de perto por aqui.

Um pouco mais cedo, às 9h, a própria organização do evento havia afirmado que, por enquanto, a BGS continua marcada para outubro. “Estamos de olho na situação do coronavírus por aqui, mas não existe nenhuma intenção de adiarmos ou cancelarmos”, adiantou, também via Twitter.

BGS lamenta ausência e afirma que com o evento

Como a Electronic Entertainment Expo (E3), que costuma acontecer em junho, foi cancelada, muitas companhias já vem preparando seus grandes anúncios de outra forma, possivelmente em apresentações online. Então, o Canaltech entrou em contato com a assessoria de imprensa da BGS, para saber se outras companhias continuam confirmadas e se há alguma possibilidade de adiamento, caso as diretrizes de isolamento e distanciamento social sejam estendidas por ainda mais tempo, por exemplo.

De acordo com as respostas, a Sony não tinha sido confirmada ou anunciada na edição deste ano, portanto, a ausência do Playstation não pode ser considerado um "cancelamento". Abaixo, a íntegra do comunicado enviado para a gente:

“A BGS está trabalhando dia e noite para levar aos gamers mais uma grande edição do evento, repleta de novidades, expositores, convidados e, claro, jogos. PlayStation é um parceiro da BGS há mais de dez anos, período em que participamos diretamente de grandes momentos da história da empresa no Brasil. Lamentamos a ausência, torcemos para que reavaliem a decisão e seguimos 100% focados em proporcionar aos nossos visitantes uma experiência inesquecível, naturalmente atentos a todos os cuidados que o momento exige e priorizando sempre a saúde dos nossos visitantes”.

A BGS segue com a venda de ingressos do primeiro lote até o dia 29 de abril. Por enquanto, a maior atração confirmada é a Video Game Orchestra, que faz releituras de trilhas clássicas do videogames, sob o comando do produtor musical Shota Nakama.

Fonte: Twitter  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.