Pro player cego vence jogadores com visão em Street Fighter V; veja o vídeo

Pro player cego vence jogadores com visão em Street Fighter V; veja o vídeo

Por Rafael Arbulu | 23 de Novembro de 2018 às 12h51
(Imagem: Acervo pessoal)

Jogar qualquer título nos videogames é, antes de tudo, uma experiência sensorial. Você depende de sua visão e audição para ficar imerso dentro de uma partida, a ponto de desligar-se de estímulos externos. No caso do jogador profissional holandês Sven Van de Wege, porém, apenas uma parte disso é verdade.

Tendo perdido completamente a visão para um tipo de câncer aos seis anos de idade, Sven, conhecido como “O Guerreiro Cego Sven”, joga utilizando exclusivamente o áudio do jogo. Embora ele admita jogar outros títulos, como Killer Instinct e Mortal Kombat, é Street Fighter V que tem a sua preferência: “O som é estéreo, então é fácil de ouvir se seu personagem está à direita ou à esquerda. Os efeitos sonoros são limpos o suficiente para que você ouça os passos e saltos dos personagens, se eles iniciam um ataque aéreo, se usam o dash (corrida), se bloqueiam, arremessam. Então, sim, eu sei exatamente o que são todos estes sons”, ele diz.

Sven recentemente disputou o Red Bull Kumite Challenge 2018, realizado em novembro, na capital francesa de Paris, mas já sagrou-se campeão em torneios como o Sonic Boom, em Madrid, na Espanha. Vê-lo encadear combinações e punir os erros de jogadores que têm sobre ele a vantagem da visão é algo difícil de acreditar:

“Quando você vive com uma deficiência, é sempre difícil se destacar na sociedade ‘real’. As pessoas estão sempre pensando que, por você ser cego, não pode fazer certa coisa, ou por você não poder andar, não consegue fazer outra coisa. Mas sempre há uma forma de superar todos esses obstáculos. Eu nunca imaginei que poderia jogar videogame usando apenas os sons e veja só o que aconteceu, quando você treina bastante, pode fazer isso. Estou certo de que outras pessoas com deficiências que desejam fazer algo precisam apenas tentar e pensar em soluções e não apenas no problema”.

Sven nutre o sonho de, um dia, ganhar a vida com os videogames. Para tanto, ele passa boa parte do seu tempo trocando dicas com outros dois jogadores cegos — “Sightless Kombat” e “Blindwizard” — ao passo que também busca desenvolvedores para encorajá-los a criarem formas de jogo aplicáveis a deficientes visuais.

Fonte: Geek; RedBull

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.