Call of Duty: Modern Warfare é novo jogo da série com cross-play sem season pass

Por Wagner Wakka | 30 de Maio de 2019 às 16h20
Divulgação/Activision
Tudo sobre

Activision

Saiba tudo sobre Activision

Ver mais

A Activision apresentou nesta quinta-feira (30) Call of Duty Modern Warfare, o novo game da sua mais célebre franquia. Não, você não leu errado: o jogo recebe o mesmo nome de Call of Duty 4 exatamente por ser uma experiência completamente reimaginada.

Para tirar o elefante branco da sala, este não é um reboot da franquia. A Activision optou por usar o nome de uma das vertentes mais famosas da franquia exatamente para apontar esta distinção dos demais.

Em entrevista ao Polygon, a empresa explicou que a inspiração foram os recentes lançamentos atuais. Em 2013, a Square relançou Lara Croft sob o nome de apenas de Tomb Raider; em 2016, a Bethesda fez o mesmo com DOOM e, no ano passado, a Sony o fez com o premiado God Of War. Esta é a mesma onda em que a Activision pretende surfar.

Mudanças

Modern Warfare surgiu na série para levar o jogador à batalhas modernas. Até então, a franquia trabalhava com disputas em ambientes históricos. A marca pretendia trazer a história mais para os dias de hoje.

É isso que acontece neste novo jogo, que conta com uma experiência unificada e progressão por uma narrativa cheia de adrenalina em uma história para um jogador, um playground multiplayer cheio de ação e nova jogabilidade cooperativa, conforme explica a empresa. Ele está sendo desenvolvido pelo estúdio Infinity Ward, o mesmo da versão original de 2007.

Jogo deve se passar no Oriente Medio (Foto: Diculgação/Activision)

Contudo, a ideia é que tudo seja diferente. “Em primeiro lugar, planejamos para que Modern Warfare seja jogado junto entre console e PC com suporte a cross-play”, Patrick Kelly, Diretor Criativo e co-Studio Head.

Outra mudança bem-vinda para a franquia é a eliminação de passe de temporada. Nos últimos lançamentos da série Call of Duty, o jogador poderia comprar a versão base separada dos conteúdos extras, ou já optar pelo passe de temporada, com tudo incluso. “Eliminaremos o tradicional passe de temporada, para que consigamos trazer mais mapas gratuitos e conteúdo, além de eventos pós-lançamento a todos os jogadores. Esse é só o começo – há muito mais vindo por aí", explica Kelly.

Nova engine

A empresa também anunciou um novo motor gráfico para este game, enfatizando ainda mais a mudança da série. Com isso, a Infinity Ward disse que conseguiu tirar mais proveito de tecnologias atuais dos jogos, como sistema de streaming híbrido, novo sistema de renderização de decalque PBR, iluminação volumétrica, 4K HDR e raytracing.

Como parte do jogo vai envolver ações em modo noturno, o motor gráfico também foi pensado em criar renderização espectral que fornece radiação de calor térmico e identificação de infravermelho para imagens térmicas e de visão noturna no jogo.

Visão noturna será parte integrante deste game (Foto: Divulgação/Activision)

História?

A empresa ainda não informou muito sobre o enredo de Modern Warfare. Até o momento, há confirmação apenas de que o título vai se passar no Oriente Médio e trará de volta personagens icônicos como o Capitão Price. Ainda, ele será mais focado em história single player, podendo contar com modo cooperativo em algumas missões.

Ele está agendado para chegar no dia 25 de outubro para PlayStation 4, Xbox One e PC, via Battle.Net.

Fonte: Polygon

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.