Amazon retira Chromecast de sua loja virtual

Por Wagner Wakka | 09 de Março de 2018 às 08h18
BRUNO HYPOLITO / CANALTECH
Tudo sobre

Amazon

Não há mais Chromecasts à venda na loja da Amazon, o que parece ser mais um episódio da briga entre as duas gigantes. Embora a loja virtual tenha voltado a vender o gadget da Google no fim do ano passado, não é mais possível comprar o aparelho pela Amazon. Apenas a página de descrição dos produtos ainda está no ar com a informação de “atualmente indisponível”.

A batalha entre as duas empresas já é antiga. Desde que a Amazon lançou no mercado o Fire TV, passou a ver a Google (e até a Apple) como um concorrente por conta do Chromecast. Assim, em outubro de 2015, deixou de disponibilizar o aparelho em sua plataforma. Somente no final do ano passado, o Chromecast voltou a ser vendido na Amazon. A empresa de Jeff Bezos também bloqueou a venda do Google Home, principal assistente de voz concorrente de sua linha Echo.

Em função do boicote, a Google também chegou a responder com seus produtos. Em setembro do ano passado, anunciou a retirada do app do YouTube do Echo Show, uma tela inteligente de 7 polegadas da Amazon que permite fazer videochamadas e assistir a conteúdos audiovisuais. Após especulações de retaliação, a Google emitiu nota oficial confirmando a ação:

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

“Estávamos tentando chegar a um acordo com a Amazon para dar aos consumidores acesso a produtos e serviços uns dos outros, mas a Amazon não quer vender produtos da Google como o Chromecast e Google Home, não disponibiliza o Prime Video para o Google Cast, e no mês passado interrompeu as vendas de alguns lançamentos da Nest. Dada a falta de reciprocidade, nós não estamos mais fornecendo suporte do YouTube ao Echo Show e Fire TV. Esperamos que possamos chegar a um acordo para resolver a questão em breve".

Nesta semana, um relatório do Business Insider ainda revelou que a Amazon também deixará de vender produtos da Nest, empresa que foi adquirida de volta pela Google no último mês. A ordem de não repor os estoques de produtos da linha teria vindo do próprio Bezos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.