PUC-Rio cria plataforma de ensino para quem for trabalhar nos Jogos Olímpicos

Por Redação | 22 de Junho de 2016 às 20h20

Com a aproximação dos Jogos Olímpicos 2016, que serão sediados na cidade do Rio de Janeiro, uma das maiores preocupações tem sido receber o público de cerca de 500 mil pessoas de forma adequada. Além da necessidade de infraestrutura, o Ministério do Turismo resolveu investir em capacitação e treinamento dos anfitriões para garantir a qualidade dos serviços ofertados aos turistas.

Pensando nisso, o Centro Técnico Científico da PUC-Rio, junto ao Ministério do Turismo, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro e a Riotur, desenvolveu uma plataforma online gratuita de ensino e aprendizagem visando a melhoria dos serviços e a qualificação de quem ficará responsável pelo atendimento ao público, independente do setor.

Assim, os conteúdos disponibilizados variam entre comunicação básica (em português e inglês), questões de segurança, saúde e higiene, até técnicas e comportamentos para lidar com o turista. Todo o programa é dividido em módulos, contendo 80 unidades de aprendizagem com duração de cerca de uma hora cada.

O método é bastante dinâmico e focado em dispositivos móveis. Ou seja, quem desejar participar da qualificação poderá cursar o programa de seu próprio smartphone, proporcionando grande flexibilidade ao aluno, que terá a possibilidade de assistir às aulas e realizar as atividades em qualquer horário e de qualquer lugar.

De acordo com o secretário de Turismo do Rio de Janeiro, Antonio Pedro Figueira de Mello, essa é uma "excelente oportunidade para profissionais que atuam diretamente no contato com o turista, não só pela chance de se aprimorarem para oferecer um serviço de melhor qualidade durante os Jogos, mas também pela chance de conquistarem uma certificação que fará a diferença em seus currículos no futuro. O profissional que busca atualização e aperfeiçoamento distingue-se no mercado de trabalho".

Para participar da qualificação é necessário realizar inscrição no site do programa.

Fonte: Braços Abertos