Edward Snowden receberá asilo temporário na Rússia, informa advogado

Por Redação | 17.07.2013 às 14:05

O ex-funcionário da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos, Edward Snowden, deve conquistar asilo político temporário na Rússia em alguns dias, revelou Anatoli Kucherena, advogado que assessora Snowden sobre a legislação russa, nesta quarta-feira (17). O jovem é procurado pelo governo norte-americano por ter vazado arquivos secretos do programa PRISM no último mês.

"O assunto da concessão do asilo temporário não levará mais de uma semana", afirmou Kucherena. Com a concessão do asilo temporário, Snowden poderá deixar a zona de trânsito do aeroporto Sheremetyevo, em Moscou, e permanecer no país até que sua situação seja completamente resolvida.

A legislação russa prevê que as autoridades migratórias tenham prazo de três meses, que pode ser prorrogado para seis meses em determinados casos, para tomar uma decisão definitiva. Caso seja concedido o asilo temporário, que é um status de refugiado válido por um ano, Edward Snowden terá os mesmo direitos de um cidadão russo, podendo trabalhar e se locomover pelo país.

Anatoli Kucherena ainda afirmou que Snowden disse que irá cumprir o pré-requisito imposto pelo presidente russo Vladimir Putin para permanecer no país, que é o de encerrar as atividades que comprometam os interesses dos Estados Unidos. Putin ressaltou que a política externa da Rússia é independente, mas que não gostaria que a presença de Snowden em seu território comprometesse as relações entre os dois países.

"Advertimos a Snowden que para nós é inceitável toda atividade que prejudique as relações russo-americanas", afirmou Putin, ressaltando que "as relações entre os Estados são muito mais importantes que brigas entre serviços secretos".