Startup vai lançar satélites para criar chuva de meteoros artificial no Japão

Por Natalie Rosa | 23 de Julho de 2018 às 13h58
Reprodução

Uma startup localizada em Tóquio, no Japão, está desenvolvendo um sistema que promete levar aos céus "estrelas cadentes" em demanda, segundo o Japan Times. O objetivo da empresa ALE Co. é que uma chuva de meteoros artificial aconteça na cidade de Hiroshima ainda em 2020.

Estão sendo desenvolvidos dois satélites, sendo um deles programado para ser lançado ao espaço em março do ano que vem, e o outro previsto para deixar a Terra na metade de 2019. Cada um dos satélites, que contam com vida útil de até dois anos, será enviado com 400 microesferas contendo uma fórmula química responsável pela formação luminosa no céu. Essas pequenas bolas são reutilizáveis, sendo possível então cerca de 20 a 30 chuvas de meteoros artificiais.

Os satélites estão programados para ejetar as bolas no local, velocidade e direção corretos para que a chuva de meteoros seja concluída com sucesso, mesmo em locais mais poluídos, como a cidade de Tóquio. Segundo a ALE, milhões de pessoas poderão presenciar a atração.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A startup pretende ainda que a chuva de meteoros atinja outras regiões do planeta, visto que serão lançadas do espaço. Se a fase de lançamento for concluída com sucesso, os dois satélites podem estar na órbita da Terra até fevereiro de 2020.

Ao todo, serão cerca de US$ 20 milhões gastos para o lançamento dos satélites e testes iniciais. Segundo a empresa, a cidade de Hiroshima foi escolhida devido ao clima, paisagens e bens culturais.

Fonte: Japan Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.