SpaceX, NASA e Nickelodeon se unem para lançar slime ao espaço

Por Nathan Vieira | 24 de Julho de 2019 às 20h30
Bustle

É recomendável que você se sente, pois não é todo dia que se lê uma coisa dessas: a NASA, a Nickelodeon e a SpaceX estão se unindo numa parceria com uma proposta excêntrica, que é a de levar slime para o espaço.

Se você está na internet pelo menos nos últimos dois anos, já deve saber que o slime conquistou o coração das crianças com uma voracidade inestimável, e atualmente é um dos "brinquedos" favoritos no portfólio da molecada. Antes de viralizar, o slime era conhecido como a gosma verde que a Nickelodeon usava em várias produções, e principalmente em premiações, como no "Meus Prêmios Nick".

Tendo em mente que o slime é um verdadeiro atrativo ao público infantil nos últimos tempos, a parceria entre essas três empresas possui a intenção de intensificar o interesse pela educação STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática); em outras palavras: fazer com que crianças passem a se interessar por assuntos como a ciência e o espaço.

Slime e bola da Adidas no espaço

O lançamento acontece nesta semana. "Vamos fazer algumas demonstrações" do slime no espaço, declarou Andrew Machles, vice-presidente de relações públicas da Viacom, que é a empresa dona da Nickelodeon. Ele disse para a CNN que os astronautas vão gravar vídeos de como o slime se move na microgravidade.

O slime não é o único produto infantil que vai ser lançado no espaço por esses dias, pois a missão também vai contar com o lançamento de uma bola de futebol da Adidas. A tripulação supostamente usará a bola em vários testes para entender melhor como os objetos flutuantes se movem no ambiente da estação espacial: "Observar e medir o movimento das bolas de futebol em microgravidade melhora a compreensão do comportamento geral dos objetos que voam livremente. Isso poderia contribuir para um melhor design e uso de objetos de voo livre, como pequenos robôs em espaçonaves", declarou a NASA. Além disso, o conhecimento adquirido pode ser útil no desenvolvimento de ferramentas flutuantes para ajudar os astronautas em futuras missões.

Fonte: CNN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.