Siga o @canaltech no instagram

Sonda soviética lançada nos anos 1970 pode cair na Terra neste ano

Por Patrícia Gnipper | 26 de Fevereiro de 2019 às 16h44
PAUL FLEET / SHUTTERSTOCK

Lançada em março de 1972, a sonda soviética Kosmos 482 (ou Cosmos 482) tinha como objetivo chegar ao planeta Vênus, mas falhou no espaço, onde se tornou lixo espacial. Contudo, o artefato vem sendo atraído pela gravidade da Terra e pode cair em nosso planeta no final deste ano, mais tardar em meados de 2020. Ainda, a sonda deverá sobreviver à reentrada na atmosfera, com cerca de 500 quilos de material colidindo com a Terra — o peso total do equipamento original era de mais de mil quilos.

A Kosmos 482 é irmã da Venera 8, esta que conseguiu chegar a Vênus em julho de 1972 e foi capaz de nos enviar dados sobre a atmosfera venusiana durante 50 minutos, até que a pressão atmosférica do planeta (que é 93 vezes mais forte do que a da Terra), combinada com a elevada temperatura, destruíram a sonda.

Réplica da Kosmos 482 (Foto: Sputnik/ Vladimir Bogatyrev)

Partes da sonda, como tanques e alguns equipamentos a bordo, acabaram se soltando com o tempo e já entraram na atmosfera terrestre, sendo queimados ali mesmo e sem risco de colisão com o solo. No entanto, as partes restantes continuam na órbita do nosso planeta, sendo cada vez mais atraídas para cá e em alta velocidade. E ninguém ainda conseguiu prever quando e onde exatamente a sonda vai cair, a fim de evitar alguma tragédia de proporções impactantes a todos nós.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

E, bem, como a sonda foi construída com um escudo térmico reforçado para adentrar na extremamente quente superfície de Vênus, certamente o equipamento sobreviverá à reentrada na atmosfera da Terra. Contudo, vale ressaltar que nosso planeta tem a maioria de sua superfície coberta por água, e terrenos inabitados são vastos; portanto, há grandes chances de o impacto não ter consequências graves, ainda que esta possibilidade não possa ser descartada. Por enquanto, a única certeza é de que a Kosmos 482 se chocará contra a Terra em algum momento entre o fim de 2019 e meados de 2020.

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.