Primeiro avião espacial que levará cargas à ISS ganha nome: Tenacity

Por Danielle Cassita | 12 de Agosto de 2020 às 21h00
SNC

O primeiro avião espacial orbital da série Dream Chaser, desenvolvido pela empresa Sierra Nevada Corporation, recebeu suas asas há algum tempo. Agora, o avião também já tem nome: o veículo será chamado de Tenacity e deverá realizar seu primeiro voo em 2021. Futuramente, a ideia é que o Tenacity transporte cargas da Estação Espacial Internacional (ISS) de volta para a Terra, e vice-versa.

Este nome pode ser traduzido como “tenacidade”, palavra que significa persistência e determinação. Para Eren Ozmen, presidente da empresa, não poderia haver nome melhor: “a tenacidade está no DNA da Sierra Nevada”, comenta. Kimberly Schwandt, diretora de comunicação da Sierra Nevada, considera o Tenacity como um "SUV para o espaço - um Veículo de Utilidade Espacial".

As asas do veículo haviam chegado há alguns meses nas facilidades de produção da empresa. John Curry, diretor do programa Dream Chaser, conta que as asas foram um desafio para a equipe: “elas não devem apenas sobreviver à órbita terrestre baixa como uma satélite, mas também precisam ser operacionais na atmosfera da Terra, como um avião”. As asas foram produzidas com estruturas simples para economizar peso sem perder a força e rigidez.

Asas do Dream Chaser (Imagem: Sierra Nevada Corporation)

Inicialmente, o veículo foi idealizado para transportar pessoas, mas a NASA o selecionou para missões com cargas para a ISS. Com isso, a nave sofreu algumas alterações, o que não significa que nunca mais irá levar passageiros. "Transformá-la de volta em uma nave tripulada não é dificil", diz Anna Hare, representante de comunicação. Assim, o Tenacity deverá ser lançado pela primeira vez no final de 2021 a bordo do foguete United Launch Alliance Vulcan Centaur, no Kennedy Space Center, da NASA, e irá levar e trazer cargas da estação espacial para a agência espacial.

É provável que o primeiro voo do Tenacity não seja feito com o máximo de sua capacidade de cargas preenchida; na verdade, essa será uma oportunidade para o avião “esticar suas asas”. Então, se tudo correr bem, a ideia é preencher todo o espaço disponível para cargas nas próximas viagens. Futuramente, a Sierra Nevada pensa em ter mais Dream Chasers acompanhando o Tenacity nos voos, mas essa é uma operação que depende da demanda. Resta aguardar.

Fonte: Space.com, Ameriscaspace

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.