Novo telescópio buscará planetas habitáveis a bordo de um balão

Novo telescópio buscará planetas habitáveis a bordo de um balão

Por Daniele Cavalcante | 03 de Outubro de 2019 às 18h45
NASA

Um novo telescópio financiado pela NASA vai procurar por novos planetas semelhantes à Terra em outros sistemas estelares, capazes de sustentar vida. Mas ele não estará no espaço ou em terra firme, como é de costume dos instrumentos de observação espacial, e sim a bordo de um balão enorme de hélio. Com 680 kg, 4,3 m de comprimento e 1 m de largura, o PICTURE-C voará a 38 km de altitude para procurar por objetos cósmicos.

Projetado e construído pela Universidade de Massachusetts Lowell, o telescópio é equipado com uma tecnologia óptica especial que filtrará a luz das estrelas. Assim, o PICTURE-C (sigla em inglês para “Planetary Imaging Concept Testbed Using a Recoverable Experiment-Coronagraph”) poderá encontrar novos planetas e outros objetos no espaço que ainda não foram detectados por estarem ofuscados pela luz das estrelas que orbitam.

O lançamento aconteceu às 12:07 da manhã (horário de Brasília) da última terça-feira (1º) na Columbia Scientific Balloon Facility, uma instalação da NASA que fornece lançamento, rastreamento, controle e outros serviços para balões de alta altitude não tripulados. O projeto PICTURE-C é financiado por um subsídio da NASA de US$ 5,6 milhões.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Foto: NASA

Por ser um equipamento reutilizável, o telescópio é capaz de permanecer no ar por várias horas seguidas antes de ser trazido de volta ao solo com a ajuda de paraquedas. O projeto pode resultar na descoberta de outros objetos no espaço além de exoplanetas, porque é uma nova abordagem para observar corpos no espaço. O sistema de controle óptico do PICTURE-C permitirá que ele permaneça focado no alvo.

Supriya Chakrabarti, professor de física e diretor do Lowell Center for Space Science and Technology (LoCSST) está liderando a equipe de pesquisa que projetou e construiu o telescópio, o que inclui estudantes que também contribuíram para a missão. "Em nossa busca pela exploração espacial, estamos treinando a próxima geração de astrônomos, cientistas e engenheiros espaciais, através do envolvimento prático em todas as fases de várias missões, do desenvolvimento de instrumentos à análise de dados", disse Chakrabarti.

Durante a missão de teste, o PICTURE-C ficou no ar por várias horas e depois foi liberado pelos controladores terrestres da NASA. O telescópio voltou de pára-quedas suavemente de volta ao solo, e será reutilizado em sua próxima missão, prevista para o próximo ano.

Fonte: EurekAlert!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.