NASA testará sistema de aborto de lançamento da nave Orion na próxima terça (2)

Por Patrícia Gnipper | 27 de Junho de 2019 às 22h00
Divulgação
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

A nave Orion, essencial para os planos da NASA de retornar à Lua em 2024, passará por um teste crítico na próxima segunda-feira (2): o teste de aborto de lançamento, necessário para garantir que, caso algo dê errado na missão real, os astronautas consigam desacoplar a cápsula do foguete e retornar em segurança à superfície.

O teste chamado Ascent-Abort-2 não envolverá tripulação, e o foguete a ser usado no teste não será o Space Launch System (SLS) — este que também será usado na nova missão lunar, mas cujo desenvolvimento está bastante atrasado. Aqui, a NASA usará para o teste um foguete construído pela Northrop Grumman Corp.

A cápsula Orion montada no foguete pronta para o teste de aborto de lançamento (Foto: NASA)

Tudo acontecerá a partir das 8h da manhã, no horário de Brasília, diretamente da plataforma de Cabo Canaveral. A NASA transmitirá o teste ao vivo em seu site oficial, então o mundo poderá acompanhar em tempo real tudo o que estiver acontecendo.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O teste terá apenas três minutos de duração, tempo suficiente para que o sistema seja totalmente testado. Para isso, o foguete subirá a uma altitude de cerca de 10 quilômetros, viajando a mais de 1.600 km/h. Então, nesta altitude, o poderoso motor da Orion será acionado, empurrando-a para longe do foguete e, assim, testando a tecnologia sem risco a nenhum astronauta.

A primeira missão do conjunto SLS-Orion será um teste já como parte do programa Artemis, com esta primeira missão sendo chamada de Artemis 1, que envolverá um voo orbital da nave ao redor da Lua, ainda sem tripulantes a bordo, e tudo isso deve acontecer já em 2020. Em 2022 deverá acontecer o primeiro voo tripulado com a Orion sendo lançada pelo SLS, com a missão Artemis 2, também orbital. Então, o retorno de astronautas pisando na superfície de nosso satélite natural está marcado para o ano de 2024.

Fonte: NASA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.