Marte poderá ser colonizado em 20 anos com mil voos do Starship, segundo Musk

Por Felipe Junqueira | 08 de Novembro de 2019 às 15h50
Tudo sobre

SpaceX

Saiba tudo sobre SpaceX

Ver mais

Elon Musk acredita que a missão para colonizar Marte vai exigir mil voos do Starships e demorar cerca de 20 anos para que aconteça. Essa é uma previsão para que a SpaceX consiga levar todo o material e pessoal necessário para construir uma cidade sustentável no Planeta Vermelho.

O bilionário revelou a expectativa em uma conversa com alguns seguidores no Twitter sobre os planos da SpaceX para colonizar Marte. Sobre o custo previsto para cada viagem, que ele estimou que cada lançamento deva custar cerca de US$ 2 milhões (mais de R$ 10 milhões), Musk diz que é essencial para tornar possível o sonho de estabelecer uma habitação no planeta vizinho.

Os 20 anos de previsão se baseiam no fato de que uma viagem da Terra até Marte só é possível a cada dois anos, por conta do alinhamento dos planetas. A SpaceX poderia fazer cerca de mil voos com o Starship, sendo que cada nave pode fazer até três viagens por dia.

Pelas contas do bilionário, cada nave Starship poderia levantar até mais de mil voos por ano. Caso a SpaceX consiga construir tantas unidades deste modelo quanto construiu de foguetes Falcon até o momento (cerca de 100), a empresa poderia lançar mais de 10 milhões de toneladas por ano, já que cada nave pode transportar 100 toneladas.

Musk ainda observou que, se você somar a capacidade de carga de todas as espaçonaves na ativa atualmente, somaria cerca de 500 toneladas lançadas ao espaço em um ano. Ou seja, caso a SpaceX realmente siga o planejado com a Starship, a quantidade de carga a ser levada para fora da órbita terrestre seria impressionante.

Contudo, acredita-se que não seria necessário levar tanta carga assim até Marte, mas, antes de planejar com mais detalhes e começar a preparar uma viagem turística para o Planeta Vermelho, a humanidade precisa voltar a pousar na Lua. Aí, sim, os planos para que humanos cheguem a outros mundos mais distantes vão tomar forma.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.