Marinha dos EUA confirma a presença de OVNIs em vídeos de ex-Blink 182

Por Natalie Rosa | 19 de Setembro de 2019 às 08h40
Reprodução

Se você viveu o mundo da música no final dos anos 1990 e início dos anos 2000 e assistiu muito à MTV, provavelmente deve se lembrar da banda Blink-182, composta por um trio. Pois bem, agora você deve estar se perguntando o que isso tem a ver com alienígenas e com a ciência, certo?

Quem não é fã da banda não deve saber que Tom DeLonge, ex-guitarrista e vocalista da banda que ajudou a fundar, deixou o grupo para se dedicar à pesquisa de OVNIs, uma paixão que já dura vários anos.

Enquanto muitos acreditavam que tudo não passava de uma loucura do músico, Tom voltou a virar notícia nesta semana porque a Marinha norte-americana acaba de confirmar que vídeos divulgados pela sua organização, To The Stars Academy, mostram, de fato, objetos voadores não-identificados.

Joseph Gradisher, porta-voz da Marinha dos Estados Unidos, disse em nota ao site The Black Vault que arquiva documentos governamentais desclassificados, que a organização considera o fenômeno flagrado em três dos vídeos como não-identificados.

Tom deixou a música um pouco de lado para se dedicar às pesquisas sobre OVNIs (Imagem: Reprodução)

Gradisher explica ainda ao site Motherboard, da Vice, que a terminologia "Fenômeno Aéreo Não-Identificado" é usada quando visualizações de objetos ou naves não-identificadas são observadas operando no espaço aéreo controlado por militares. Não foi divulgado, no entanto, suposições do que podem ser essas naves.

O primeiro vídeo foi gravado no dia 14 de novembro de 2004, na cidade de San Diego, na Califórnia, enquanto os outros dois foram registrados pouco tempo depois, em 15 de janeiro de 2015, sem confirmação do local.

Veja:

A equipe do To The Stars Academy gravou os vídeos com pods infravermelhos da fabricante Raytheon.

Fonte: NY Post

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.