Lua cheia aparecerá na sexta 13; confira algumas curiosidades do fenômeno

Por Daniele Cavalcante | 13 de Setembro de 2019 às 14h05
Jon Bunting/Flickr

Para muitas culturas, e em grande parte da história da humanidade, a Lua cheia tem sido um evento que faz referência ao plantio, colheitas e festivais. Na cultura britânica e norte-americana, cada Lua cheia recebe um nome diferente, de acordo com o mês, e em setembro é a vez da chamada Harvest Moon (ou Fruit Moon). Mas, neste fim de semana, ela chegará em uma das datas mais temidas do calendário: a sexta-feira 13. É a primeira vez que a Lua cheia aparecerá neste dia em quase vinte anos.

Nos Estados Unidos, a sexta-feira 13 é tida como uma data de assombrações, terror e feitiçarias — algo tão tradicional que se difundiu pelo mundo. Aqui no Brasil, o mito também ficou registrado no imaginário popular graças aos filmes de terror norte-americanos que exploram o tema. É um interessante contraste entre uma Lua festiva e uma data "maldita".

(Foto: Mokokomo/Shutterstock)

Lá nos EUA, será possível ver a Lua em sua fase completa pouco depois da meia-noite, mais precisamente na madrugada do dia 14, às 00h33. Claro, aqui no Brasil também poderemos apreciar o evento, se as condições climáticas permitirem. Mas a data “amaldiçoada” não será o único elemento incomum. É que essa Lua cheia vai coincidir com o apogeu, que é quando o satélite natural estará no seu ponto mais distante da Terra. Isso fará com que ela se pareça aproximadamente 14% menor que o habitual — uma microlua.

Ainda assim, talvez você veja a Lua cheia com a aparência um pouco maior, mais brilhante ou mais alaranjada. Isso ocorre porque muitas pessoas — principalmente nos Estados Unidos, onde a Harvest Moon tem um efeito tão místico — a procuram logo após o pôr do Sol, horário em que a Lua estará perto do horizonte. Essa localização faz com que o satélite natural pareça grande devido a um efeito físico: quando você olha para o horizonte, está olhando através de uma espessura maior da atmosfera da Terra do que quando olha para cima.

Se você for do tipo supersticioso e não quer arriscar nada na sexta-feira 13, mas ainda assim quer apreciar esta fase lunar, não se preocupe, ela vai durar até o próximo dia 15 de setembro. Mas, atenção: a Lua aparecerá realmente cheia para nós apenas por alguns instantes, por volta da 1h33 da madrugada de sexta para sábado (horário de Brasília). Além disso, se você gosta de testemunhar e registrar eventos raros, saiba que essa coincidência com a data “macabra” só vai acontecer de novo em 2049.

Fonte: NASA, EarthSky

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.