Siga o @canaltech no instagram

Hubble comemora 29 anos com foto inédita da Nebulosa do Caranguejo do Sul

Por Patrícia Gnipper | 18 de Abril de 2019 às 20h50
Hubble/NASA/ESA

Todos os anos, a equipe por trás do telescópio espacial Hubble divulga uma nova imagem de objetos espaciais para celebrar seu aniversário. No dia 24 de abril, o Hubble completará 29 anos de idade, e a foto que celebra seu aniversário em 2019 é uma imagem inédita da Nebulosa do Caranguejo do Sul.

O Hubble é uma das iniciativas científicas mais importantes das últimas décadas, lançado em 1990 e, desde então, mudando a maneira como enxergamos e entendemos o universo ao registrar imagens espetaculares tanto do ponto de vista científico, quanto estético.

A nebulosa em questão foi criada a partir da integração de um par de estrelas que fica em seu centro, sendo uma delas uma gigante vermelha e a outra uma anã branca. A gigante vermelha está derramando suas camadas externas em sua última fase de vida antes de se tornar uma anã branca similar à sua companheira, esta cuja gravidade atrai parte do material ejetado pela gigante vermelha.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
A Nebulosa do Caranguejo do Sul tem formato de ampulheta e marca o 29º aniversário do Hubble (Foto: Hubble/ESA/NASA)

Quando uma quantidade suficiente desse material é puxada pela anã branca, ela também ejeta materiais em uma erupção, criando então as belas estruturas que vemos na nebulosa. Quando a gigante vermelha terminar de expelir seu material, ela parará de "alimentar" a anã branca — mas antes disso pode haver ainda mais erupções, o que pode alterar o formato da estrutura que vemos hoje.

A nebulosa foi identificada pela primeira vez em 1967, mas foi considerada uma estrela comum até 1989, quando telescópios do European Southern Observatory fizeram uma observação direta, mostrando, então, a ampulheta externa que emana da região central brilhante. Somente quando o Hubble se virou em direção à região onde está a nebulosa, em 1999, que toda sua bela estrutura foi revelada para nós.

A nova imagem da nebulosa não traz novidades com relação à sua estrutura ou composição, mas contribui para a história do Hubble e seu papel em nossa compreensão da evolução do universo. A Nebulosa do Caranguejo do Sul é chamada assim para que seja diferenciada da mais famosa Nebulosa do Caranguejo, esta que é uma remanescente da supernova na constelação de Touro.

Fonte: Hubble

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.