Há 35 anos, este astronauta foi o primeiro humano a vagar solto pelo espaço

Por Patrícia Gnipper | 07 de Fevereiro de 2019 às 13h40
NASA
Tudo sobre

NASA

Spacewalk, ou caminhada espacial, é o tipo de atividade em que astronautas saem de suas embarcações e realizam tarefas do lado de fora da nave. Esse tipo de atividade extraveicular é necessário por uma série de razões, desde buscar eventuais instrumentos que porventura se desprendem e saem flutuando, até realizar manutenções emergenciais em artefatos que estão na órbita da Terra (como foi necessário com o telescópio espacial Hubble), ou na própria nave (como no caso da Estação Espacial Internacional).

E em quase todos esses spacewalks o astronauta fica preso por um cordão de segurança, justamente para não sair flutuando a esmo por aí. Sim, quase, pois em 1984 Bruce McCandless se tornou o primeiro humano a vagar solto pelo espaço. Isso aconteceu há exatos 35 anos, no dia 7 de fevereiro, durante a missão STS-41-B da nave espacial Challenger. McCandless fez sua caminhada espacial histórica sem estar preso a nada, apenas carregando consigo sua mochila "voadora".

Quando conectado à nave, o astronauta fazendo uma atividade extraveicular recebe oxigênio e energia elétrica por meio desse "cordão umbilical" e não precisa de propulsão para retornar à nave. Já em spacewalks livres, o astronauta usa uma mochila que provê o oxigênio, a energia e também a propulsão para que ele consiga controlar sua movimentação.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O norte-americano foi selecionado pela NASA em 1966, quando participou dos treinamentos para se tornar astronauta. Sua primeira missão foi fazer parte da equipe de apoio da Apollo 14, em seguida sendo selecionado como piloto reserva da primeira missão Skylab. Naquela época, McCandless foi um dos principais colaboradores de um novo projeto que vislumbrava a capacidade de astronautas realizarem atividades extraveiculares justamente sem um cordão de segurança ligando-os à nave-mãe. Então, em 1984, ele mesmo serviu como "cobaia" para o experimento. Já em outra missão, em 1990, o astronauta fez parte da tripulação da Discovery, nave que colocou o telescópio espacial Hubble na órbita da Terra.

Bruce McCandless morreu no dia 22 de dezembro de 2017, aos 80 anos de idade. Ao todo, ele registrou 312 horas no espaço, divididas em duas viagens. Na ocasião, a NASA criou um vídeo para homenagear seu ex-astronauta, que você pode conferir abaixo, mostrando cenas de treinamentos, reuniões de planejamento, momentos de lançamentos e, claro, a caminhada espacial histórica protagonizada por McCandless:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.