Eclipse solar de 2017 fez as pessoas se interessarem mais por ciência

Eclipse solar de 2017 fez as pessoas se interessarem mais por ciência

Por Natalie Rosa | 20 de Agosto de 2018 às 09h54

Segundo um estudo realizado pela International Center for the Advancement of Scientific Literacy, da Universidade do Michigan, as pessoas ficaram mais interessadas por ciência após presenciar o eclipse solar total que aconteceu em agosto do ano passado. A pesquisa foi feita com adultos dos Estados Unidos logo após o fenômeno e descobriu que o nível de procura por informações sobre o assunto ultrapassou as buscas que aconteceram em eventos científicos anteriores.

"Nós descobrimos que houve uma quantidade substancial de pessoas indo à internet, bibliotecas, conversando com seus amigos, tentando descobrir o que aconteceria com o eclipse antes e depois do evento", conta Jon Miller, um dos responsáveis pelo estudo.

A análise foi feita em parceria com a NASA e busca saber mais sobre a alfabetização científica dos norte-americanos e a forma na qual eles vão atrás de informações sobre ciência. As pesquisas costumam ser feitas uma no começo do ano e outra no final, mas, devido ao eclipse solar total, o primeiro que aconteceu na América do Norte em quase um século, um estudo extra foi feito em agosto de 2017, poucos dias depois do evento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segundo o relatório final da pesquisa, 88% dos adultos dos Estados Unidos assistiram ao eclipse solar total diretamente ou de forma eletrônica. O público se resume a 216 milhões de adultos com 18 anos ou mais, e os números são os maiores registrados em qualquer outro evento científico, esportivo ou de entretenimento.

Curiosidades

O relatório ainda mostra que, durante dois meses antes do eclipse de 21 de agosto de 2017, 154 milhões dos espectadores do evento fizeram uma média de 15 atividades de busca sobre o assunto.

Cerca de 21 milhões de adultos, segundo o estudo, viajaram para algum local diferente para assistir ao eclipse. Eles também fizeram uma média de 24 atividades de busca dois meses antes. Outros 62 milhões assistiram ao evento apenas em computadores, aparelhos de TV, smartphones ou tablets.

Além de fazer bastante a leitura de matérias online ou impressas sobre o eclipse, as pessoas também conversaram muito com amigos e familiares para obter mais informações sobre o assunto.

O relatório completo está disponível no site da Universidade de Michigan.

Fonte: Futurity

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.