Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Destaque da NASA: estrelas e nuvens cósmicas são foto astronômica do dia

Por| Editado por Luciana Zaramela | 11 de Junho de 2024 às 13h09

Link copiado!

Craig Stocks
Craig Stocks

A foto destacada pela NASA nesta terça (11) em seu site Astronomy Picture of the Day foi tirada por Craig Stocks. O registro te leva para um passeio pelas formas e cores presentes nos arredores da estrela Antares e do complexo de nuvens e estrelas Rho Ophiuchi. 

As cores nesta cena são o resultado de uma verdadeira mistura de objetos e de processos. Um deles envolve partículas de poeira fina que, quando são iluminadas pela luz das estrelas, formam nebulosas de reflexão azuladas.

Enquanto isso, a luz ultravioleta das estrelas energiza os átomos que formam as nuvens gasosas ali. Assim, surgem nebulosas de emissão que, como o nome indica, têm luz própria — e, neste caso, elas trazem emissões avermelhadas.

Continua após a publicidade

Não pense que as nebulosas escuras ficaram de fora. Elas também apareceram por aqui bloqueando a luz das estrelas ao fundo e, por isso, têm cor escura. 

Enquanto isso, a estrela Antares brilha, completando os fenômenos registrados na foto. Ela é uma supergigante vermelha considerada uma das estrelas mais brilhantes do céu, e é também a responsável por iluminar as nuvens de partículas no canto superior direito da imagem. 

As nuvens de Rho Ophiuchi

A imagem acima mostra um pouco do que existe no complexo de nuvens Rho Ophiuchi, a região de formação estelar mais próxima da Terra. Apesar de este ser um berçário estelar pequeno e relativamente tranquilo, as estrelas jovens ali disparam jatos o tempo todo. Aliás, algumas dessas estrelas jovens têm massa parecida com a do Sol ou até menor. 

Algumas áreas escuras de Rho Ophiuchi têm áreas escuras. Na verdade, estas estruturas são casulos de matéria, onde protoestrelas jovens estão se desenvolvendo. Quando rompem tais envelopes, as estrelas disparam jatos em direção oposta no espaço. 

O telescópio James Webb observou a região em meio às celebrações do seu primeiro ano de operações científicas. Além de serem belíssimas, as imagens do Webb indicaram a presença de discos protoplanetários que, um dia, podem formar novos planetas.

Fonte: APOD