Descoberto exoplaneta em um sistema com três estrelas a 23 anos-luz da Terra

Por Patrícia Gnipper | 24 de Julho de 2019 às 14h17
ESO/L. Calçada/M. Kornmesser

Ao pensar em um planeta com dois sóis no céu, automaticamente lembramos de Tatooine, do universo de Star Wars. Mas e um planeta com três astros iluminando o dia? Pois ele existe na vida real e se chama LTT 1445Ab — acabou de ser descoberto, na verdade, graças ao telescópio espacial TESS, da NASA, que permitiu a observação por parte de astrônomos não ligados à agência espacial.

O sistema fica a pouco menos de 23 anos-luz da Terra (ou seja, pertinho, em uma escala cosmológica), e o tamanho do LTT 1445Ab é mais ou menos do tamanho do nosso planeta, sendo possivelmente rochoso e cerca de 8 vezes mais massivo, também. O exoplaneta orbita uma das três anãs vermelhas, enquanto o par restante "dança" no céu como se fossem duas luas cheias e avermelhadas durante o dia. Uma órbita completa dura um total de 5,36 dias terrestres.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Contudo, dificilmente algum ser está ali na superfície do LTT 1445Ab admirando esse espetáculo da natureza: o exoplaneta não está localizado na zona habitável daquele sistema estelar, e certamente é quente demais para sustentar algum tipo de vida. Estima-se que sua temperatura superficial seja de cerca de 155 graus Celsius.

A partir de agora, os astrônomos deverão estudar o LTT 1445Ab com afinco, observando também sua atmosfera, já que seu trânsito (ou seja, sua passagem em frente à estrela-mãe) permite esse tipo de observação mais aprofundada, o que poderá ajudar, ainda, os estudos de vida em outras partes do universo.

O estudo será publicado no The Astronomical Journal.

Fonte: CNet, Sci-news

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.