Descoberta grande massa de material misterioso no lado afastado da Lua

Por Patrícia Gnipper | 11 de Junho de 2019 às 14h57
Dwingeloo Radio Observatory

Uma misteriosa grande massa de material acaba de ser encontrada no lado afastado da Lua, especificamente em uma imensa cratera que fica na bacia do polo Sul-Aitken. Cientistas da Baylor University estimam que a tal massa pode conter metal de um asteroide que ali se chocou, formando a cratera.

O material está a dezenas de quilômetros abaixo da superfície, e ninguém ainda sabe do que se trata. Além do metal proveniente de asteroide, outra possibilidade de o que se trata o material pode ser um oceano de magma incandescente que acabou se congelando. Para se ter uma noção da imensidão da massa descoberta, o geocientista Peter B. James faz uma analogia: "imagine levar uma pilha de metal cinco vezes maior do que a grande ilha do Havaí e enterrá-la no subsolo; isso é aproximadamente quanta massa nós detectamos".

O material encontrado fica abaixo da superfície da bacia do polo Sul-Aitken no lado afastado da Lua (Imagem: NASA/LROC/Arizona State University)

A bacia do polo Sul-Aitken no lado afastado da Lua é, provavelmente, o local onde houve uma colisão gigantesca cerca de 500 milhões de anos após a formação da Lua, há mais de 4 bilhões de anos. Esta deve ser a maior e mais antiga cratera de impacto ainda preservada em qualquer corpo do Sistema Solar, por sinal. Agora, geólogos estão ainda mais ansiosos para explorar a bacia em questão a fim de colher pistas sobre a formação e a composição do nosso satélite natural.

Essa bacia, por sinal, é a região lunar onde fica a cratera Von Kármán, onde a Chang'e 4 e o rover Yutu-2, da China, pousaram no início de 2019 — e seguem estudando o hemisfério lunar que jamais pode ser visto daqui da Terra.

Fonte: Baylor University

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.