Chandrayaan-2 | Segunda missão lunar indiana será lançada em julho deste ano

Por Patrícia Gnipper | 20 de Maio de 2019 às 22h10
Astronomy.com/MENEZES FO

A agência espacial indiana (ISRO) está agora começando a dar mais detalhes da missão Chandrayaan-2, a segunda da Índia com destino à Lua. A ideia é lançar a nave entre os dias 9 e 16 de julho, esperando que o pouso aconteça no dia 6 de setembro.

Em 2009, a Chandrayaan-1 ajudou a confirmar a presença de água lunar, e a Chandrayaan-2 terá como destino o polo sul da Lua, fazendo com que a Índia se torne o primeiro país a enviar um rover para esta região do nosso satélite natural. A Chandrayaan-2 contará com três módulos: um orbitador, um módulo de pouso (Vikram) e um rover (Pragyan). O orbitador e o módulo de pouso serão interligados mecanicamente e empilhados como um módulo integrado, acomodados dentro do veículo de lançamento. A separação será feita em órbita. Já o rover ficará alojado dentro do módulo de pouso, e liberado para explorar o solo lunar logo após o pouso.

(Imagem: ISRO)

A Chandrayaan-2 carregará consigo 14 cargas indianas e um experimento da NASA. As cargas coletarão informações científicas sobre a topografia lunar, a mineralogia, a abundância de elementos, a exosfera e as assinaturas de hidroxila e gelo na Lua.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Esta será a missão mais complexa já desenvolvida pela ISRO, sendo muito mais complexa do que as missões Apollo, da NASA, já que a sonda deverá pousar em um local específico e pré-determinado em um horário também específico para que o rover já seja alimentado com a energia solar — vale lembrar que a noite lunar dura cerca de 2 semanas terrestres, e por isso o pouso deverá acontecer em um dia e horário específicos.

Fonte: Moon Daily

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.