Após 26 lançamentos, um foguete Falcon 9 apresenta problemas e pousa no mar

Por Wagner Wakka | 05 de Dezembro de 2018 às 18h48
Twitter
Tudo sobre

SpaceX

Pela primeira vez depois de 26 testes, um foguete Falcon 9 da SpaceX falhou e não pousou no lugar correto. O estágio com o propulsor chegou a fazer o lançamento, mas, na hora de voltar à Terra, teve problemas hidráulicos e fez um pouso forçado no meio do Oceano Atlântico.

O problema aconteceu pouco mais de 7 minutos após o lançamento feito no Kennedy Space Center. O foguete lançava mantimentos para a Estação Espacial Internacional e deveria voltar para a base terrestre, mas, segundo o fundador da empresa, Elon Musk, uma bomba hidráulica travou, fazendo com o foguete girasse em torno de seu próprio eixo.

Um vídeo compartilhado pelo próprio Musk mostra que ao Falcon 9 se estabiliza momentos antes de encontrar com o Oceano, “permitindo um pouso intacto na água”.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A empresa foi questionada por um sistema de redundância para seu foguete. Trata-se de ter sistemas repetidos que podem ser acionados em caso de segurança caso um deles falhe. Um exemplo simples é o de paraquedas, que sempre traz um reserva caso a primeira tentativa de abrir dê problemas.

Sobre isso, Musk informou que o sistema não tinha redundância, porque o pouso é considerado “safety critical” e não “mission critical”. Em termos simples, isso quer dizer que o foguete voltar em segurança para Terra é importante, mas não é essencial para a missão. Por este motivo, não havia sistema de redundância.

Por conta do problema, Musk informa que eles vão repensar o projeto e adicionar uma bomba hidráulica extra como reserva.

Como ele mesmo disse, o pouso do foguete não é essencial para a missão. Exatamente por isso, as 2,5 toneladas de mantimentos e equipamentos seguem viagem para a Estação Espacial Internacional exatamente como planejado.

Musk informou que equipes estão buscando o foguete para ter certeza dos danos, mas que a expectativa é de que nada muito sério tenha acontecido com ele. Desde 2010 em testes e lançamentos, esta não é a primeira vez que um foguete Falcon 9 não volta para o solo em segurança.

Em junho de 2016, um dos foguetes ficou sem combustível antes de tocar o chão e teve um pouso forçado, também. Contudo, após isso, foram 26 lançamentos perfeitos até então.

A empresa ainda não informou qual foi o exato problema que resultou na trava da bomba hidráulica, mas deve notificar a imprensa em breve.

Fonte: Ars Technica

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.