HBO Max chega em 2020 e terá nova série dos Lanternas Verdes

HBO Max chega em 2020 e terá nova série dos Lanternas Verdes

Por Claudio Yuge | 29 de Outubro de 2019 às 21h30
dc comics

A WarnerMedia e a AT&T vêm preparando sua nova plataforma de streaming, o HBO Max, para competir à altura com a Netflix e as gigantes que entram no setor na próxima temporada. A novidade, que contará com o amplo catálogo da Warner Bros, contará também com algumas produções inéditas e atrações campeãs de audiência de forma exclusiva.

Agora, uma apresentação do conglomerado, realizado na tarde desta terça-feira (29) na Califórnia, traz mais informações sobre a data de lançamento e projeção sobre as metas do serviço. A estreia acontecerá em maio de 2020 no Estados Unidos, ainda sem um dia exato, e, para impulsionar as assinaturas, os usuários que já possuem assinatura HBO e pelo menos um dos serviços de telefonia da AT&T terão um ano de HBO Max de graça.

(Imagem: Reprodução/AT&T/WarnerMedia)

Com isso, a expectativa é de alcançar, até 2025, algo entre 75 milhões e 90 milhões de assinantes mensais, com 50 milhões somente em solo estadunidense — número que pode assustar o pessoal na Netflix.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Lanternas Verdes e South Park

Entre os destaques da programação do HBO Max, estão hits de audiência, como a série Friends e South Park. Essa segunda, atualmente exibida no Hulu, que pertence à Disney, foi adquirida por algo entre US$ 500 milhões e US$ 550 milhões, segundo a Variety, em um acordo que prevê todas as 23 temporadas anteriores e três novos anos — os capítulos serão exibidos 24 horas após o debut no Comedy Central, da Viacom, uma das proprietárias do South Park Digital Studios.

(Imagem: Reprodução/Comedy Central)

Outra notícia que deve animar bastante os fãs da DC é a chegada da Tropa dos Lanternas Verdes em uma série exclusiva para o HBO Max. A atração está sendo desenvolvida por Greg Berlanti, o mesmo mentor por trás do Arrowverse, e ainda não se sabe se terá conexão com Flash, Arrow, Supergirl, Batwoman e companhia.

O que se aposta nos bastidores é que a série dos Gladiadores Esmeralda terá o maior orçamento entre os títulos para streaming até agora da Warner — já que, basicamente, tudo o que os heróis podem fazer depende de bons efeitos visuais.

Campanha agressiva da AT&T

A AT&T disse aos investidores na segunda-feira (28), durante a apresentação da receita do terceiro trimestre, que planeja gastar de US$ 1,5 bilhão a US$ 2 bilhões no HBO Max em 2020 e US$ 1 bilhão em cada um dos dois anos seguintes — e grande parte dessa verba deve ser destinada justamente ao conteúdo original. A lucratividade é esperada somente a partir de 2024.

Para alcançar essa meta, além de uma programação vasta, o HBO Max terá uma campanha agressiva por conta da AT&T, líder de mercado de telecomunicações nos Estados Unidos. A plataforma de streaming deve ter vários tipos de pacotes e estar atrelada a diversas promoções e descontos, nos mais diversos serviços e produtos da companhia.

(Imagem: Reprodução/Forbes)

Ainda não há previsão de preços, mas espera-se que a assinatura mensal deva custar em torno de US$ 15. Com relação ao Brasil, parte do conteúdo do HBO Max será exibido via Prime Video, da Amazon, e a expectativa é de que distribuição para a América Latina e a Europa aconteça a partir de 2021.

Fonte: Variety, Heroic Hollywood  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.