Quer vaga de TI dos EUA? Startup recruta brasileiros para trabalho remoto

Quer vaga de TI dos EUA? Startup recruta brasileiros para trabalho remoto

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 26 de Novembro de 2021 às 18h20
James Harrison/Unsplash

A plataforma de trabalho remoto norte-americana Turing.com está expandindo suas atividades no Brasil. A empresa fornece empregos nos EUA para desenvolvedores estrangeiros que têm o mesmo nível de experiência ou conhecimento dos que atuam no Vale do Silício.

A empresa diz oferecer aos profissionais uma remuneração melhor do que a média do mercado nacional, além de outros diferenciais, como o trabalho remoto em si — algo desejado por muitos desenvolvedores —, uma equipe de recursos humanos 24 horas por dia e aprimoramento personalizado de habilidades.

Um dos serviços da empresa é a plataforma em nuvem Turing Intelligent Talent Cloud, projetada por ex-chefes de engenharia do Google, do Facebook e da Microsoft. Ela usa inteligência artificial para gerenciar o trabalho de desenvolvedores em todo o mundo, traçando um perfil detalhado deles para sugerir oportunidades de carreira mais adequadas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Atuação da Turing.com é reflexo da pandemia, que valorizou o conceito remote first (Imagem: Christina Morillo/Pexels)

A área de atuação da Turing.com é mais um reflexo da pandemia de covid, que valorizou em muitas profissões, incluindo as ligadas à tecnologia, o conceito remote first, isto é, trabalho de casa em quase 100% das equipes. Como os desenvolvedores desejam mais esse modelo, empresas de todo o mundo o oferecem para atrair os melhores profissionais do ramo.

Em março, a Turing.com foi eleita pela Forbes uma das 500 melhores startups dos EUA, além de ter entrado na lista anual da Fast COmpany das empresas mais inovadoras do mundo de 2021.

“O Brasil tem um potencial fenomenal quando se trata de talento em software devido ao grande número de desenvolvedores do calibre do Vale do Silício dispostos a trabalhar em casa no mesmo fuso horário que as principais empresas dos Estados Unidos. Nossa visão é ser o ponto focal para desenvolvedores em todo o mundo, quando se trata de empregos de TI”, diz Akshay Thakor, vice-presidente sênior de operações da Turing.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.