Guerra: o seu negócio está preparado? [Parte 1]

Por Renato Ribeiro | 30 de Abril de 2020 às 10h00
Unsplash

Estamos vivendo tempos difíceis ocasionados por uma pandemia. Para as novas gerações, uma instabilidade econômica nunca vista nestas proporções, para os mais velhos, certamente mais um ciclo trazendo grandes transformações.

Olhando para a história, percebemos momentos bem definidos de expansão, estagnação e recessão - política, econômica e social. Uma rápida passagem a partir do século XV, temos o colonialismo em busca de uma ampliação territorial, com a desculpa de "evangelizar" os povos. Uma época marcada pela segunda Revolução Agrícola, com o desenvolvimento de novas técnicas de plantio e colheita.

Em seguida, temos o imperialismo/neocolonialismo e suas metrópoles, apoiados em interesses comerciais internacionais, em consequência do início da Revolução Industrial com o uso de maquinário em substituição ao sistema de manufatura. Uma revolução financiada pela burguesia capitalista, que pressionava o Estado em busca de matéria-prima e novos mercados.

Estes períodos são marcados com guerras isoladas entre países e suas ambições, uma fase de ascensão de economias e poderio militar das nações. Em especial para os países europeus, liderados pela Inglaterra, que dominavam os mercados mundiais impondo seus produtos, políticas e cultura, sustentados pela ideologia do darwinismo social (superioridade). Época de muita luta e embargos para os povos da África e Ásia, com destaque para a tão sofrida China, que perdeu várias batalhas e acabou sendo retalhada moral, econômica e politicamente pelos países vencedores. Paralelamente, temos na França o surgimento do pensamento socialista (primeira etapa do comunismo) para contraposição ao sistema capitalista.

Entre 1871 e 1914 (Belle Époque), temos o período entre guerras marcado pela paz, nascimento da cultura cosmopolita, novas formas de pensar e o surgimento de tecnologias com a segunda Revolução Industrial. Foi considerado como a era de ouro até que as luzes se apagassem com o início da Primeira Guerra Mundial, entre a Tríplice Aliança (Alemanha, Áustria-Hungria e Itália) contra a Tríplice Entente (França, Inglaterra e Rússia).

Esse foi o primeiro de uma série de quatro artigos. Continua na próxima semana.

Sobre a série

Em uma série trabalha o fortalecimento de negócios para situações adversas. Estamos acompanhando o fechamento de várias empresas por não terem se preparado para momentos como os que estamos vivendo. A coluna foi dividida em quatro artigos e, nas próximas quatro semanas, vamos falar sobre:

  • Fatos históricos: ciclos de expansão, estagnação e regressão;
  • As grandes guerras e suas consequências nas indústrias em um efeito dominó;
  • Guerra Fria e o estado de tensão: o surgimento da terceira Revolução Industrial;
  • Apresentação de novas tecnologias (Biotech, Nanotech, IA e robótica) e como elas poderão remodelar as indústrias, hábitos e negócios.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.