e-Commerce: Por que a localização de seus consumidores ainda importa

Por Fernando D´Angelo

(Foto: Openspace)

“e-Commerces bem-sucedidos entendem como e por que a demanda varia de acordo com a localização física do consumidor”, afima David R. Bell, phD pela School of Business at Stanford University.

A localização geográfica do consumidor permite identificar 3 pontos importantes:

  1. O que o consumidor gosta e quais estabelecimentos ele frequenta;
  2. Informações Culturais e Sociais: os costumes, hábitos e comportamento são muitas vezes definidas pela região geográfica em que o consumidor se encontra;
  3. Permite entender as opções off-line disponíveis na região.

Entender esses pontos é importante para empresas de e-Commerce pois a expansão dos negócios online está diretamente ligada a esses 3 fatores que moldam o consumidor.

70% das compras (on e off-line) são influenciadas por comentários em blogs, redes sociais, sites especializados e nos próprios sites de e-Commerce. Mas esses comentários são feitos com base em pontos de vista muitas vezes atrelados a questões culturais, e a propagação da informação ocorre de forma mais fluida através de grupos de afinidade.

Em resumo as pessoas próximas geograficamente têm mais afinidade entre si, e os comentários fazem mais sentido nestes grupos. Aos poucos esse boca-a-boca digital vai espalhando de um “centro” (início) para as bordas. É uma espécie de “onda” baseada em afinidade por conta dos comentários e indicações boca-a-boca.

Ou seja, acertar o início da propagação pode garantir o sucesso ou fracasso do seu negócio online.

E a sua empresa, já está preparada?

Agradecimentos especiais à HSM Educação Executiva e à Assessoria de Imprensa pelo convite para acompanhar a HSM Expo Management 2016.