Drone mais rápido do mundo alcança velocidade surpreendente

Por Redação | 17 de Julho de 2017 às 10h42

Um drone projetado pelos engenheiros da Drone Racing League conseguiu estabelecer um novo recorde mundial de velocidade, superando muitos supercarros esportivos. Por conta dos limites dos pilotos humanos, a liga havia desenvolvido drones e limitado suas velocidades a cerca de 128 quilômetros por hora. Porém, agora os engenheiros conseguiram aumentar significativamente essa velocidade, fazendo com que a pequena aeronave chegasse a 263,1 Km/h.

Levando em consideração que os drones contam com pequenos motores elétricos, o feito é realmente impressionante. Os próprios engenheiros da liga afirmaram que, ao tentar alcançar a velocidade máxima de um dos drones, ele simplesmente pegou fogo por conta da alta exigência em suas peças.

O drone recordista foi batizado de DRL RacerX. Ele pesa apenas 800 gramas e é alimentado por duas baterias de 1.300 mAh. Essas baterias são responsáveis por manter quatro motores elétricos, que chegam até 46.000 RPMs, em funcionamento.

Com essas configurações, o drone conseguiu alcançar a marca de 289 km/h, porém a velocidade não foi contabilizada como sendo o recorde mundial devido ao seu pequeno tempo de percurso. Para ser reconhecida pelo Guinness World Records como a maior velocidade alcançada no solo por um quadricóptero elétrico e controlado remotamente, foi necessário que o DRL RacerX percorresse 100 metros. Para chegar ao resultado oficial da corrida, foram calculadas a média da velocidade de ida com a velocidade de volta do drone, alcançando assim 263,1 km/h.

A pequena aeronave desenvolvida pela liga superou o antigo recorde, que era de 201,1 km/h, e também recordes não oficiais de entusiastas e pilotos que conseguiram chegar a 233,3 km/h. Com a façanha, o drone supera facilmente alguns carros de corrida e superesportivos famosos, como o Ford Mustang e o Chevrolet Camaro. No entanto, não é esperado que o drone recordista seja utilizado para corridas oficiais, visto que os pilotos não possuem reflexos necessários para guiar remotamente uma pequena aeronave nesta assustadora velocidade.

Fonte: Drone Racing League