Boeing testa drone que servirá como “posto de gasolina aéreo”

Por Claudio Yuge | 21 de Setembro de 2019 às 18h00
CNET
Tudo sobre

Boeing

Saiba tudo sobre Boeing

Ver mais

A Boeing realizou nesta quinta-feira (19) o primeiro voo de teste de seu reabastecedor aéreo não tripulado, batizado de MQ-25. O drone possui um conjunto de cauda em V achatado e realizou com sucesso a viagem autônoma de 2 horas, ao longo de uma rota predeterminada para verificar as funções básicas da novidade.

Também conhecido como T1, o gadget levantou a uma altitude de 10 mil pés (3.048 quilômetros) e atingiu velocidades de aproximadamente 180 nós (333 km/h). Os experimentos continuarão como parte preliminar do projeto de engenharia MQ-25, que prevê quatro modelos, em um contrato de US$ 805 milhões firmado junto à Marinha dos Estados Unidos.

O objetivo é ter aeronaves não tripuladas para situações de combate, alimentando aviões como o F/A-18E/F Super Hornet. A Marinha ianque vem trabalhando em soluções como essa já há algum tempo. Em 2015, o drone X-47B, da Northrop Grumman, participou do primeiro reabastecimento aéreo autônomo da história, embora, neste caso, o drone estivesse do lado de recebimento, armazenando combustível.

Fonte: CNet  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.