Remessas de PCs apresentam queda pela sétima vez consecutiva

Por Redação | 23.08.2016 às 21:49

De acordo com um relatório divulgado pelo Gartner, as remessas de PCs apresentaram queda em todo o mundo no segundo trimestre deste ano. Os dados mostram que o total foi de 64,3 milhões de unidades, número 5,2% menor em relação ao mesmo período do ano passado.

Com o levantamento, percebe-se uma queda constante nas remessas, apesar dos analistas afirmarem que o mercado demonstra melhora. De qualquer forma, este é o sétimo resultado consecutivo de decréscimo, o que pode estar relacionado à instabilidade econômica que afeta diversos países.

Segundo a pesquisa, todos os continentes, a não ser a América do Norte, apresentaram queda de PCs. Sobre o assunto, um dos destaques fica para a América Latina que, conforme apontado pelos especialistas, teve decréscimo por conta das questões políticas e econômicas da região. Para se ter dimensão, apenas na América Latina a queda da remessa de PCs caiu para menos de 5 milhões no segundo trimestre de 2016, número 20% menor que em 2015.

Para Mikako Kitagawa, analista da Gartner, “um dos problemas atuais no mercado de PCs tem sido o aumento dos preços em algumas regiões devido ao enfraquecimento da moeda local frente ao dólar americano. O preço impactou as regiões da EMEA (Europa, África e Oriente Médio) e da América Latina no ano passado. No entanto, a queda na remessa de PCs foi pequena no segundo trimestre se comparado aos trimestres anteriores, o que sugere uma diminuição no impacto da moeda”.

Além das questões sociais e econômicas, vale salientar que muitos consumidores têm optado pela compra de smartphones, o que, sem dúvida, acabou influenciando nos números apresentados pela pesquisa.

Fonte: TeleSíntese