Como conectar a internet no PC com cabo de rede

Como conectar a internet no PC com cabo de rede

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 05 de Fevereiro de 2022 às 13h00
Ann H/Pexels

Se o Wi-Fi descomplicou a conectividade dentro e fora de casa, as conexões de internet por cabo ainda podem ser úteis para públicos específicos graças às suas peculiaridades.

Se seu intuito é navegar em redes sociais por dispositivos móveis, claro que redes sem fio são a única possibilidade. Agora, em notebooks, desktops, Smart TVs e mesmo consoles de videogame, uma conexão cabeada pode trazer grande diferença em velocidade, tempo de resposta, e estabilidade. Explicaremos a seguir o porquê disso acontecer.

Velocidade, latência e segurança: as vantagens da conexão com fios

Redes Wi-Fi são muito práticas para levarem o acesso à Internet a qualquer ponto de um espaço físico sem intervenções. Elas conseguem oferecer conexão o suficiente para navegação web, redes sociais, aplicativos e alguns jogos. Mas, esse tipo de rede conta com algumas desvantagens: por ser um sinal wireless, pode sofrer interferências de ondas eletromagnéticas de outros dispositivos, diminuindo a velocidade contratada.

Cabo de rede torna conexão mais estável e pode propiciar delays menores (Imagem: Brett Sayles/Pexels)

Além disso, fazer esse “caminho” no ar com empecilhos e algumas barreiras físicas pode aumentar a latência da conexão. Ou seja, a entrega do conteúdo pode até ser ágil e condizente com a velocidade contratada, mas, até o dispositivo conseguir se comunicar com o servidor, o tempo pode ser ligeiramente maior.

Em MMORPGs e outros jogos online mais competitivos, uma baixa latência é essencial para que todo comando no computador seja interpretado quase que em tempo real. E uma baixa latência é encontrada, geralmente, em conexões com cabo de rede, já que o usuário acaba isolando de forma eficiente um ponto de sinal, que chega até o computador de forma segura e estável.

Ou seja, mesmo consoles podem se beneficiar de uma conexão de rede com fios. As partidas online ganham maior responsividade, e pelo isolamento desse canal de comunicação, instabilidades são menores e, geralmente, só ocorrem se há um problema com o próprio provedor do serviço, ou então algum defeito no modem, ou roteador.

Claro, existem opções mais robustas de roteadores que contam com taxas altíssimas de transmissão e outros diferenciais para otimizar a conexão Wi-Fi, mas no geral acaba sendo um investimento alto que muitos usuários podem não querer fazer.

Como conectar a Internet no PC com cabo de rede

O maior desafio para conectar a Internet no PC com um cabo de rede envolve esconder o fio que sairá do modem/roteador e chegará ao dispositivo. Ele não deve ser torcido em ângulos muito extremos para não haver risco de rompimento dos filamentos internos.

Cabo de rede tradicional tem duas pontas do tipo RJ45 (Imagem: Pixabay/Pexels)

É preciso haver, também, o cuidado para que ele não seja amassado, por exemplo, por um móvel no meio do caminho — como um sofá, ou mesa — ou fique na altura do chão em um ambiente que eventualmente possa ser limpo com água ou outros líquidos, sob o risco de infiltração e danos permanentes.

Com isso em mente, o próximo passo é confeccionar o cabo de rede ou comprá-lo pronto. Existem alguns tipos diferenciados, como já explicamos.

Todo cabo de rede, após a crimpagem, conta com dois conectores RJ45. Uma ponta irá na saída RJ45 do modem ou roteador, e outra na placa de rede do computador, console ou Smart TV. Nos cabos convencionais tanto faz o lado escolhido, pois eles são idênticos.

Se o procedimento foi feito corretamente, repare que o modem/roteador irá acender um pequeno LED logo acima da porta conectada. Isso significa que o cabo não apenas foi conectado corretamente, como o aparelho identificou que a outra ponta também foi conectada no seu dispositivo e ele já pode receber o sinal.

Quando conectado com sucesso entre um PC e um modem, uma luz na porta RJ45 indica que o aparelho de Internet reconheceu a conexão (Imagem: Pixabay/Pexels)

Repare que nem sempre isso significará que a Internet está pronta para ser acessada. Em computadores Windows, é comum que após essas etapas, já apareça o símbolo de um computador com cabo de rede na bandeja de notificações, o que significa que tudo já está pronto. Mas Smart TVs e consoles podem exigir configurações adicionais.

Também repare que, diferentemente de uma rede Wi-Fi, quando seu dispositivo for conectado por um cabo de rede, não será necessário inserir nenhum tipo de senha.

Alguns modelos de Smart TV podem indicar por meio de um pop-up quando detectarem um conexão com fio. Assim, essa mesma janela dará acesso ao menu de configurações. Se a descartar por engano, não se preocupe: no menu principal deve haver um submenu dedicado às configurações de rede.

Em consoles, o procedimento pode ser realizado a partir das configurações do aparelho. Se você já configurou uma rede Wi-Fi para seu Xbox, Switch ou PlayStation, a boa notícia é que as opções de rede com fio estão na mesma interface.

Resumindo

Apesar do certo trabalho para esconder o fio que sai do modem/roteador até o dispositivo, conexões com cabo de rede trazem mais estabilidade para reprodução de streaming, partidas online, e sofrem menores limitações de velocidade na hora de fazer o download ou upload de arquivos muito pesados. Beneficiam particularmente Smart TVs, consoles, e computadores gamers, em especial jogadores de partidas competitivas que demandam a menor latência possível.

Se o seu objetivo, porém, é apenas assistir Netflix, Amazon Prime Video, Disney Plus e outros, além de consumir redes sociais, páginas web, e usar apps, o Wi-Fi pode poupar trabalho e funcionar perfeitamente para tais atividades. Avaliar o uso é essencial para tirar o máximo proveito de conexões com fio.

Fonte: How to Geek

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.