É ciência: temos um Charizard entre nós!

Por Redação | 08 de Julho de 2016 às 22h34

E Pokémon continua dando muito o que falar. Desta vez, um grupo de pesquisadores decidiu surpreender toda a comunidade científica ao batizar uma nova espécie de abelha recém-descoberta em homenagem aos famosos monstrinhos de bolso. Seja por conta do lançamento de Pokémon Go para iOS e Android, pelo anúncio da versão Sun/Moon para 3DS ou pelo simples fato de estarmos diante de um grupo de nerds, a verdade é que agora nós temos pelo menos uma espécie de Pokémon habitando nosso mundo.

O curioso é que a abelha não se chama Beedril e muito menos Combee, monstrinhos inspirados no inseto, mas Charizard. O nome foi escolhido por Spencer K. Monckton, PhD em Biologia pela Universidade de Guelph, no Canadá. Em suas pesquisas, ele descobriu oito novas espécies de abelhas ainda não catalogadas e, no duro trabalho de batizar todas elas, acabou apelando para a nostalgia. Voltando à época que colecionava as criaturinhas em seu Game Boy, ele acabou dando o nome do popular Pokémon ao animal.

Em entrevista à edição canadense do site Buzzfeed, Monckton explicou que sua pesquisa de mestrado que deu origem às descobertas foi realizada no Chile, onde o animal acabou sendo encontrado. E, ao ver que ele teria a liberdade de nomear o inseto da maneira como quisesse, decidiu homenagear um dos hobbies de sua infância. O cientista revelou que jogou muito Pokémon quando foi lançado e que ele havia escolhido um Charmander na primeira vez que iniciou sua jornada.

Charizard
A Charizard do mundo real ganhou esse nome também pelo focinho alongado e pela cor alaranjada

A boa notícia é que não se trata de uma abelha que cospe fogo e nem nada do tipo. Sob o nome científico de Chilicola charizard, o inseto também compartilha algumas características visuais do monstrinho. De acordo com Monckton, a abelha lembra muito o Pokémon de fogo por conta de seu focinho alongado e seu padrão de cores que tende para o alaranjado. E, como um bom nerd, a referência com o lagarto de fogo foi imediata e ele não teve outra opção a não ser chamar o animal de Charizard.

O mais curioso disso tudo é que, apesar da origem popular, o nome do inseto acabou sendo oficializado. Tanto que o cientista já publicou artigos científicos se referindo ao Pokémon e já há até mesmo verbetes referentes a ele na Wikipedia — alguns bem completos, diga-se de passagem. E, como os amigos do pesquisar brincam, Monckton é a pessoa no mundo inteiro que mais chegou perto do sonho do Professor Oak em Pokémon Red/Blue/Yellow, atualizando a Pokéagenda como ninguém antes havia feito.

Via: Buzzfeeed Canada, Tech Times, Phys.org, Wikipedia, ZooKeys

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.