Drone é utilizado para entregar drogas em prisão nos EUA e gera confusão

Por Redação | 06.08.2015 às 09:38

A Amazon e várias outras empresas estão interessadas em utilizar drones como forma de oferecer uma melhor experiência de entrega aos usuários, por exemplo. No entanto, as tentativas das companhias têm esbarrado no receio da FAA, órgão correspondente à ANAC nos EUA, em liberar aeronaves não tripuladas para serem utilizadas nos Estados Unidos. Uma história noticiada na semana passada nos ajuda a entender o motivo de tamanha preocupação da agência reguladora norte-americana.

De acordo com a reportagem, um drone sobrevoou o pátio da prisão no Instituto Correcional de Mansfield, Ohio, para entregar um pacote. A entrega continha 144,5 gramas de tabaco, 65,4 gramas de maconha e 6,6 gramas de heroína, que certamente são drogas ilegais nos EUA.

Levando em consideração histórias sobre como as drogas são utilizadas como moeda de troca dentro das prisões, é possível concluir que os drones poderão ajudar criminosos a manterem contatos com outras pessoas fora da reclusão, bem como fornecer objetos para detentos. Por esse motivo é que são necessárias regras que inibam este tipo de atividade.

A entrega do pacote resultou em uma briga entre nove prisioneiros que estavam tentando tomar posse do pacote. O festival de socos e pontapés só terminou depois que os policiais controlaram a situação utilizando spray de pimenta. Segundo a reportagem "todos os detentos foram retirados dos pátios para as academias, onde foram revistados".

Enquanto drones têm sido utilizados para vários tipos de atividades, como na área da fotografia e em situações de resgate, eles também estão servindo de ferramentas para a prática de atividades ilegais, o que não nos deixa surpresos sobre as restrições impostas pelos regulamentadores na tentativa de frear a utilização indevida deles.

Fonte: Mansfield News Journal

Fonte: http://www.ubergizmo.com/2015/08/drone-delivers-drugs-tobacco-prison/?utm_source=mainrss