Seguindo Google e Facebook, Twitter também pode banir anúncios de criptomoedas

Por Ramon de Souza | 20 de Março de 2018 às 08h39
TUDO SOBRE

Google

O Twitter pode ser o próximo a banir completamente a veiculação de anúncios sobre criptomoedas, de acordo com informações obtidas pelo Sky News. Se isso for verdade, a plataforma deve começar a “limpar” sua central de publicidade já a partir do próximo mês, erradicando patrocínios de initial coin offerings (ICO, termo usado para descrever novas criptomoedas), carteiras digitais e casas de câmbio.

O site deve respeitar apenas “algumas exceções”, mantendo ativas, por exemplos, contas de sites confiáveis e renomados nesse segmento. A decisão pode ser entendida como uma medida emergencial para evitar a proliferação de scams e golpes envolvendo moedas digitais, visto que o número de criptomoedas falsas e carteiras maliciosas está crescendo de forma assustadora.

Em uma das mais recentes campanhas de spam desse gênero, os criminosos cibernéticos passaram a criar perfis falsos de celebridades (incluindo o empreendedor Elon Musk, fundador da Tesla) para anunciar supostas doações de moedas. Para receber a quantia, porém, as vítimas eram obrigadas a transferir primeiro uma pequena quantia de dinheiro para a carteira dos golpistas, que ainda usavam bots para tornar tudo mais realista.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Recentemente, tanto o Facebook quanto a Google também decidiram banir anúncios de criptomoedas em seus aplicativos, sites e serviços, o que causou certa polêmica entre os usuários de tais plataformas.

Fonte: Sky News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.