O que a possível “falência” da Celsius tem a ver com a queda do Bitcoin?

O que a possível “falência” da Celsius tem a ver com a queda do Bitcoin?

Por Diego Marques | Editado por Claudio Yuge | 16 de Junho de 2022 às 15h20
Envato/Rimidolove

O preço do Bitcoin já acumula uma desvalorização de quase 70%, nos últimos sete meses. A queda atual envolve dois motivos principais: um deles é o aumento da taxa de juros pelos bancos centrais em todo o mundo; e o outro tem relação com a possível falência do projeto Celsius.

A Celsius é uma plataforma que permite aos investidores depositarem seus tokens em troca de um rendimento, e tem cerca de US$ 8 bilhões (R$ 40 bilhões) em caixa, pertencente aos clientes. Na segunda-feira (13), a empresa anunciou nas redes sociais que estaria “pausando todos os saques e transferências entre contas, para poder estar em melhor posição de honrar, ao longo do tempo, suas obrigações de saque”.

Segundo os responsáveis pelo projeto, essas medidas servem para beneficiar toda a comunidade, estabilizando a liquidez e as operações enquanto outras ações estão em curso, com o objetivo de preservar e proteger os ativos.

No entanto, a decisão não foi bem vista pelo mercado, e apenas aumentou as preocupações com a capacidade de a Celsius devolver o dinheiro do investidor. Toda essa incerteza abala a confiança no projeto, que tem visto uma debandada de usuários nos últimos dias.

Preço do Bitcoin sente o impacto de uma possível insolvência do projeto Celsius, serviço bancário descentralizado, que pode “falir”.(Imagem: Reprodução/Envato-leungchopan)

O medo do investidor é devido um evento semelhante que aconteceu no mês passado com a criptomoeda Luna, que desvalorizou 99.9% em alguns dias. Um bloqueio no saldo dos clientes na plataforma ligou o alerta dos usuários, que venderam seus estoques — atitude que acelerou o colapso da moeda digital.

Fonte: inews

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.