Ladrão de criptomoedas é descoberto e preso após mandar e-mail por engano

Por Nathan Vieira | 03 de Setembro de 2019 às 15h40

Você já ouviu falar em ato falho? Dispensando discursos refinados de Freud, é basicamente quando um mentiroso acaba se entregando sem querer. E foi isso o que aconteceu no último final de semana com um rapaz chamado Darren Carter (29), morador de Nova Jersey, nos Estados Unidos. Ele roubou o celular de uma pessoa e conseguiu acessar a sua conta para afanar US$ 15 mil (o equivalente a R$ 62 mil) em criptomoedas. No entanto, o ladrão acabou se arrependendo e, para compensar o que fez, resolveu enviar um e-mail pedindo perdão para a vítima. E é aí que a situação fica, no mínimo, excêntrica: Carter simplesmente errou o destinatário e mandou e-mail para o próprio detetive que investigava o caso. As informações são do veículo norte-americano NJ.com.

O roubo em si foi feito em abril, em um aeroporto da Califórnia. Carter então usou o smartphone para desviar fundos da conta da Coinbase da vítima. Depois do envio do e-mail, os investigadores conseguiram rastrear a criptomoeda. Ela tinha sido transferida para uma conta do PayPal poucas horas depois de o telefone ser retirado, mesmo depois de ter sido convertida para dólares americanos via Coinbase.

Darren Carter já tinha sido preso por outros crimes (Foto: NJ.Com)

No entanto, quando Carter foi acusado por toda a situação do celular e das criptomoedas, ele inclusive já estava preso, graças a outros crimes. Ele foi transferido de Connecticut para uma prisão da Califórnia, onde foi detido por ser incapaz de pagar uma fiança de US$ 150 mil. Quanto à vítima, os US$ 15 mil em criptomoedas foram devolvidos pelo Paypal.

Fonte: NJ.com via The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.