Falha em sistema de empresa distribui mais de US$ 90 milhões em criptoativos

Falha em sistema de empresa distribui mais de US$ 90 milhões em criptoativos

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 01 de Outubro de 2021 às 22h30
david mcbee/pexels

Clientes da startup Compound, empresa responsável por um protocolo de troca de criptoativos entre usuários, tiveram uma surpresa na noite da última quinta-feira (30), quando tokens COMP, ativos dados como recompensa pela mineração de criptos, foram distribuídos erroneamente para várias pessoas.

Segundo registros públicos, o equivalente a mais de US$ 90 milhões (cerca de R$ 490 milhões, na cotação atual) de tokens COMP foram dados por engano para usuários da plataforma. E agora, obviamente, a Compound está desesperada.

A Compound é uma exchange descentralizada, que permite que seus usuários troquem ativos uns com os outros. Ela é diferente de corretoras de criptomoedas comuns, que são usadas principalmente para trocar criptoativos por moedas do mundo real, como dólar ou euro.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O fundador da Compound, Robert Leshner, tuitou na madrugada dessa sexta (30), pedindo para que usuários que receberam parte da quantia enorme e incorreta dos tokens ficassem com 10% do valor, mas devolvessem o resto para a plataforma.

No mesmo tweet, Leshner ameaçou os usuários, falando que caso a devolução não ocorresse, ele iria reportar para o Imposto de Renda dos EUA as quantias enviadas como renda e que também iria realizar doxx (divulgação de informações pessoais como nome completo e endereço publicamente na internet) com todos os usuários. O fundador da startup, cerca de duas horas depois, viu o erro no tom do pedido e se justificou, alegando que só a fez pelo desespero em tentar recuperar parte dos tokens.

Para especialistas, como Mati Greenspan, fundador da Quantum Economics, o fundador da Compound quase destruiu sua empresa, já que divulgar publicamente dados de usuários é a pior coisa que uma companhia de criptos pode fazer, do ponto de vista de relações-públicas.

Ocorrência similar

Outra firma financeira do mercado de cripto, a Alchemix, em junho passado, teve um problema semelhante, transferindo por acidente para os usuários US$ 4.8 milhões (cerca de R$ 25 milhões, na cotação durante a data de publicação). Porém, seus usuários devolveram o dinheiro.

Segundo o pesquisador de segurança da blockchain, Mudit Gupta, falou para o site CNBC, a maioria dos usuários que receberam erroneamente devolveram o dinheiro no caso da Alchemix, o que o deixa otimista que muitos também irão fazer o mesmo com a Compound.

No fechamento desta matéria, o perfil do fundador da Compound no Twitter havia tuitado agradecendo alguns usuários pela devolução dos ativos. Agora, se a maior parte deles serão recuperados pela empresa, só o tempo dirá.

Fonte: Futurism, Coindesk

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.