Corretora cripto dos gêmeos Winklevoss pode chegar ao valor de US$ 7 bilhões

Corretora cripto dos gêmeos Winklevoss pode chegar ao valor de US$ 7 bilhões

Por Roseli Andrion | Editado por Claudio Yuge | 19 de Novembro de 2021 às 18h00
Divulgação/Sulayman Sanyang/Pixabay

Depois de uma rodada de investimento de US$ 400 milhões (R$ 2,2 bilhões), a corretora de criptomoedas Gemini Trust deve atingir avaliação de US$ 7 bilhões (R$ 38,9 bilhões). Fundada por Tyler e Cameron Winklevoss (os gêmeos que ajudaram a idealizar o Facebook), a companhia quer aproveitar as condições de mercado favoráveis para atrair interesse de investidores tradicionais para levantar capital.

A rodada está sendo liderada pela Morgan Creek Digital e inclui, ainda, a 10T, a ParaFi, a Newflow Partners, a Marcy Venture Partners e o Commonwealth Bank of Australia, entre outros. “Compartilhamos a convicção em criptos e acreditamos na empresa que Cameron e Tyler estão criando”, diz Sachin Jaitly, da Morgan Creek Digital.

Nenhum plano foi finalizado e os termos ainda podem ser alterados, mas, na quinta-feira (19), Tyler Winklevoss fez anúncios sobre o tema no Twitter. Ele começou dizendo que a data marca um novo início para a Gemini.

O Bitcoin atingiu cotação recorde de US$ 68.991 (R$ 383,4 mil) em 10 de novembro e, apesar de ter devolvido parte dos ganhos, isso elevou as avaliações de startups do setor. Por isso, financiamentos podem ser úteis em meio à competição crescente e conforme mais investidores de varejo e instituições adotam o segmento.

Outras empresas do segmento que têm aproveitado o momento para captar recursos são a ConsenSys e a OpenSea. A ConsenSys captou US$ 200 milhões (R$ 1,1 bilhão) e atingiu avaliação de mercado de US$ 3,2 bilhões (R$ 17,8 bilhões) e já planeja uma grande expansão com os recursos obtidos.

Corretoras de cripto estão valorizadas (Imagem: Reprodução/Pixabay/WorldSpectrum)

Recentemente, a Gemini registrou volume diário de cerca de US$ 268,3 milhões (R$ 1,5 bilhão) em comparação com os US$ 30,2 bilhões (R$ 167,8 bilhões) obtidos pela concorrente Binance. Os dados são do CoinMarketCap.com. Especialistas avaliam que, nos próximos 12 meses, o Bitcoin deve atingir US$ 75 mil (R$ 416,8 mil), segundo pesquisa do Bank of America.

Fonte: CoinDesk

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.