Barcelona venderá NFTs para tentar ampliar a arrecadação do clube

Barcelona venderá NFTs para tentar ampliar a arrecadação do clube

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Novembro de 2021 às 12h50
Reprodução/FC Barcelona

O FC Barcelona, carinhosamente apelidado de Barça, é um dos clubes mais populares do mundo e uma potência do futebol, mas também quer ser conhecido pelo pioneirismo digital. O clube catalão decidiu leiloar NFTs inspirados em momentos históricos, criados com base em clipes de destaque com gols, conquistas de campeonatos e outros fatos, em um estilo semelhante ao NBA Top Shot.

As transações deverão ocorrer por intermédio do Ownix, um mercado de transações baseado no blockchain da moeda Ethereum que oferecerá leilões diversos de itens digitais em categorias variadas, como artes, vídeos, itens de jogos e similares. Os NFTs do Barcelona serão selecionados por um comitê especial criado para essa finalidade e, em seguida, cunhados os primeiros tokens para venda em leilões únicos, marcados para o dia 24 de novembro.

Os compradores terão propriedade sobre artes exclusivas de momentos icônicos do Barcelona (Imagem: Reprodução/Ownix)

Concluída a primeira leva, a Ownix deve comercializar uma segunda remessa como uma edição limitada mais ampla. A escolha do site surpreende, já que hoje o serviço tem uma quantidade bem limitada de itens para compra, como alguns poucos token de jogos e fan arts com temática do Batman. Há outros serviços maiores e com mais volume de transações, como o OpenSea, Nifty e SuperRare.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A decisão do Barça de comercializar seus tokens não fungíveis possivelmente tem relação com a elevada dívida do clube atualmente, estimada em cerca de US$ 1,56 bilhão. Há criticas da mídia especializada sobre a forma como o clube foi conduzido nos últimos anos, que teria feito gastos exorbitantes e se comprometido com salários impossíveis de serem pagos com o orçamento atual.

Embora os NFTs não sejam capazes de solucionar a delicada situação, a arrecadação extra poderia dar um bom empurrãozinho para sanar as emergências. Além disso, é uma forma de aproximar os apaixonados fãs dos seus ídolos do passado para reviver momentos de ouro da equipe.

Fan Tokens x NFT

Essa não é a primeira incursão do Barcelona no mundo das criptomoedas, porque o clube já tinha uma moeda digital chamada FC Barcelona Fan Token, no entanto, esse modelo é restrito a transações online, com oscilações de preços e possibilidade de ganhar ou perder dinheiro. O novo leilão de NFTs será focado no aspecto artístico, com fotos e vídeos exclusivos, e não terá relação com a moeda já existente.

A moeda do Barça já existia e não tem relação com os novos NFTs (Imagem: Reprodução/Chiliz)

Aliás, o Barça não foi o primeiro clube a apostar nos tokens como força de arrecadação de dinheiro digital: na Europa, a Juventus, da Itália, foi a primeira equipe a oferecer os chamados fan tokens, em 2019. No Brasil, a prática só ganhou força este ano com Vasco, Atlético Mineiro e Corinthians.

Esses clubes apostaram nos fan tokens como uma alternativa viável aos patrocínios para arrecadar dinheiro, algo bastante complexo no mercado nacional. Ao comprar um token, a pessoa tem a chance ver o criptoativo valorizar e como contar com recursos exclusivos, sorteios, votação em enquetes, entradas gratuitas em estádios e o que mais os criadores desejarem.

Fonte: Barcelona, Ownix  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.