Surge mais um indício de que Xbox Series X terá uma versão menos potente

Por Wagner Wakka | 25 de Junho de 2020 às 22h00
Divulgação/ Microsoft
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Xbox Series X

Ficha técnica

Desde que a Microsoft anunciou o Xbox Series X, seu novo console a ser lançado ainda este ano, a empresa não falou mais sobre o projeto Lockhart. Este é o codinome para um suposto modelo menos potente da linha do novo videogame. Agora, um usuário do Twitter voltou a ver referências ao modelo no kit de desenvolvimento da Microsoft.

As referências aparecem nas notas de patch da atualização de junho. O kit de desenvolvimento é um hardware enviado pela companhia que funciona de forma parecida ao console final, mas com menos restrições, o que permite testes de desenvolvedores.

Segundo o usuário TitleOS, há uma referência ao Lockhart nas notas de patch do hardware. Em uma das linhas, o texto descreve que uma determinada função tem suporte tanto para modos Anaconda e Lockhart, dentro do escopo do Scarlett, mostrando que ainda há desenvolvimento interno para o modelo.

Se você está confuso com a sopa de letrinhas, vamos a uma pequena explicação de cada um dos nomes. O Scarlett é o codinome do novo console da Microsoft, o guarda-chuva sob o qual estaria toda a nova linha.

Dentro dele, há uma versão chamada Anaconda, mais potente, que foi anunciada já como Xbox Series X. Ainda, na linha Scarlett, haveria outra versão menos potente chamada Lockhart, sem especificações divulgadas, que pode chamar Xbox Series S.

Desta forma, as referências no patch indicam que para o modelo Scarlett, há um modo específico para o Anaconda e outro para o Lockhart.

A Microsoft ainda não confirmou se existe mesmo uma versão menos potente do seu novo aparelho, nem o que isso significa. A expectativa é de que o dispositivo possa vir sem entrada de disco, somente permitindo downloads em versões digitais. Outra possibilidade é de que a versão Lockhart seja compatível somente com sistema de games por streaming, o chamado xCloud. Assim, o aparelho não necessitaria de altas especificações, mas apenas uma boa capacidade de conexão com internet.

Atualmente, a Sony já apresentou o PlayStation 5, com uma versão sem entrada para discos, o que reforça esta tendência do mercado. Na atual geração, a própria Microsoft conta com o modelo do Xbox One sem suporte a mídia física.

O Xbox Series X ainda não tem data, nem preços específicos, mas chega ao mercado ainda no final do ano.

Fonte: TitleOS (Twitter)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.