SEGA aposta na nostalgia e lança Genesis Mini

Por Nathan Vieira | 19 de Setembro de 2019 às 20h20
CNet
Tudo sobre

SEGA

Saiba tudo sobre SEGA

Ver mais

Se tem uma coisa que a comunidade gamer gosta é de uma boa nostalgia. Sabendo disso, a SEGA decidiu lançar nesta quinta-feira (19) a versão mini de um famoso console dos anos 1980: o Genesis. Ele foi lançado mais precisamente em outubro de 1988 no Japão, e em 1989 na América do Norte. A SEGA também está lançando alguns títulos clássicos para o mini console, incluindo Street Fighter II: Special Champion Edition, Sonic the Hedgehog, World of Illusion, e Castlevania: Bloodlines.

Em relação ao Genesis Mini, o custo é de US$ 79,99 (aproximadamente R$ 333 na conversão direta) e este aqui tem cerca de 55% do tamanho do original. É lançado com 42 jogos pré-instalados e dois controles, e pode ser conectado diretamente a uma TV, com os controles conectados via USB.

SEGA investe em nostalgia com nova versão mini do Genesis

Em entrevista à CNN, Ed Barton, analista-chefe da empresa de pesquisas Ovum, diz que jogos retrô são definitivamente um nicho de mercado: "Se você tem certa idade, pode se lembrar deles e essa pode ser a maneira mais fácil de jogar hoje", afirma. Por sua vez, Andrei Hagiu, professor associado de sistemas de informação da Universidade de Boston, fala sobre o console 'novo': "O SEGA Genesis Mini é completamente imitador. É apenas uma oportunidade rápida de ganhar dinheiro, por que não?".

Blake J. Harris, autor do Console Wars, também diz para a CNN: "O custo de simplesmente sobreviver nos negócios de console hoje é extraordinariamente caro. A SEGA não tem recursos financeiros para competir com empresas como Microsoft, Sony ou até Nintendo". Quanto à possibilidade de o Genesis Mini ajudar a impulsionar os varejistas em dificuldades no final de um ciclo de console, os analistas não têm esperança. "Isso terá zero impacto no mercado", declara Barton. "É minúsculo em comparação com o que as grandes redes precisam para mudar significativamente seus negócios", acrescenta.

Fonte: CNN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.