Rumor | Nintendo pode lançar nova versão do Switch em 2019

Por Sérgio Oliveira | 24 de Janeiro de 2019 às 15h40
Tudo sobre

Nintendo

Saiba tudo sobre Nintendo

Ver mais

Todo mundo que acompanha a indústria dos videogames sabe que as empresas lançam um novo videogame para anos depois disponibilizar uma versão revisada desse console. Já aconteceu com o PlayStation 4 e com o Xbox One, mas ainda não com o Switch. Isso, porém, pode estar prestes a mudar.

Rumores divulgados nesta semana dão conta que a Nintendo pode estar trabalhando em uma versão revisada do Switch e que ele seria lançado ainda em 2019. Ainda não está claro, entretanto, se esse novo Switch seria focado em melhorias de hardware, como aconteceu com o Xbox One X e o PlayStation 4 Pro, ou se ateria a redução de custos, numa espécie de Switch Slim.

Numa extensa publicação feita no começo desta semana, o blog holandês LetsGoDigital disse ter apurado alguns rumores publicados pelo GamePedia e encontrado o relato de um jornalista que afirmou que a Nintendo teria planos de lançar uma versão repaginada do Switch agora no começo de 2019. Em um tweet, que posteriormente foi excluído, o jornalista identificado apenas como Marcus Sellars afirmou que o novo Switch chegaria às lojas com 8 GB de memória RAM, 128 GB de armazenamento interno e capacidade de exibir gráficos 4K. Além disso, alguns jogos seriam lançados exclusivamente para este novo hardware, tendo em vista o maior poder de fogo em relação à versão padrão, que traz apenas 4 GB de RAM e 32 GB de armazenamento.

Nesta quinta-feira (24), entretanto, surgiu um novo boato que contradiz as informações divulgadas por Sellars. Afirmando ter conversado com fontes ligadas à cadeia de fornecedores da Big N, o Digitimes alegou que, na verdade, os planos da empresa são de lançar uma versão mais barata do Switch, mas não forneceu qualquer detalhe adicional.

Em entrevista ao GamingBolt, o analista da Wedbush, Michael Pachter, deu uma ideia do que podemos esperar desse modelo mais baratinho. Para ele, a Nintendo deve lançar um Switch que funcionará apenas no modo portátil, com os controladores embutidos — como foi com o 3DS, DS e GameBoy. O analista estima que se a empresa optar por seguir esse caminho, o novo modelo deve chegar ao mercado custando cerca de US$ 200.

"A Nintendo pode propagandeá-lo como um Switch reinventado. (...) Eles provavelmente vão fazer dos joy-cons parte integrante do corpo do tablet e provavelmente vão reduzir seu preço. Livrar-se da dock station e da fonte externa de energia torna o produto um portátil recarregável por um fio, como qualquer outro. Se fizerem mesmo isso, a Sony e a Microsoft também devem baixar seus preços e veremos um Xbox custando US$ 199 e um PlayStation custando US$ 249", disse Pachter.

Para o analista, essa estratégia seria suficiente para manter o interesse do público no console e seu ritmo de crescimento no mercado. Por isso, ele enxerga como improvável a possibilidade de vermos um Switch mais parrudo, e portanto mais caro, chegando ao mercado.

E você? Gostaria de ver um Switch mais poderoso, com gráficos 4K, ou um mais simples e baratinho para curtir seus jogos? Deixe sua opinião nos comentários.

Fonte: Digitimes, GamingBolt, LetsGoDigital, GamePedia

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.