PlayStation 5 tem tamanho avantajado para compensar calor maior, diz executivo

Por Rafael Arbulu | 15 de Junho de 2020 às 16h25
Reprodução/PlayStation
Tudo sobre

Sony

Saiba tudo sobre Sony

Ver mais

Um dos pontos mais altos da revelação do PlayStation 5, feita pela Sony em transmissão ao vivo no último dia 11, foi o design do console: alguns aprovaram o visual futurístico e a mudança estética escolhida pela Sony para sua próxima geração de consoles, enquanto outros mostraram insatisfação com seu porte agressivo e seu tamanho avantajado.

O vice-presidente de Design de Experiência de Usuário da Sony, Matt MacLaurin, esclareceu dúvidas posicionadas por alguns usuários no LinkedIn, destacando uma que questionava justamente o tamanho do próximo grande trunfo da Sony e, segundo o executivo, isso tem uma serventia prática: dissipação de calor.

“Estou muito impressionado com esse design”, disse um usuário na thread. “Entretanto, nos tempos atuais, as pessoas buscam por mais portabilidade e conveniência. A performance do PS5 parece ser espetacular. Por que fazer esse novo produto de forma mais agressiva e maior?”

(Imagem: Divulgação/Sony)

“Temperatura”,respondeu MacLaurin. “Essa geração é, basicamente, um supercomputador. Ainda que o processador de 7 nanômetros entregue um desempenho espetacular de aquecimento para a sua capacidade, o calor é bem extremo. Essa tecnologia ainda é bem nova e ela dispensa muito calor, então precisamos de espaço para dissipá-lo”.

O processador do PlayStation 5 é um Custom Zen 2 da AMD, que faz parte da nova linha da fabricante que será lançada no final deste ano. A palavra “custom” quer dizer que a Sony, segundo o engenheiro-chefe da Sony, Mark Cerny, trabalhou com a AMD para personalizar o hardware especificamente para o videogame, retirando e adicionando características conforme a necessidade. A CPU contará com oito núcleos Zen 2 rodando a 3,5 GHz — esse clock, porém, será variável.

Já para processamento gráfico, o PlayStation 5 contará com uma GPU personalizada da AMD de arquitetura RDNA 2, também ainda a ser lançada pela fabricante. No total, serão 10,28 teraflops, com 36 CUs de frequência variável até 2,23 GHz. O aparelho também terá 16 GB de memória RAM GDDR6/256-bit, além de leitor de Blu-ray compatível com 4K. Isso, fora o disco de estado sólido (SSD).

O PlayStation 5 tem previsão para lançamento entre outubro de dezembro de 2020.

Fonte: Matt MacLaurin, via LinkedIn

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.