Huawei lança OceanStor Dorado V6, nova geração de armazenamento inteligente

Por Nathan Vieira | 27 de Agosto de 2019 às 07h30
Divulgação
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

A Huawei começou a semana com novidades. Isso porque, na segunda-feira (26), a fabricante chinesa anunciou o lançamento de uma nova geração de armazenamento inteligente: a OceanStor Dorado V6, plataforma de armazenamento que oferece arquitetura interconectada do SmartMatrix e chip de Inteligência Artificial integrado.

Sobre a novidade, Rômulo Horta, diretor de Marketing da área de Enterprise da Huawei Brasil, afirma: “Hoje a China está entrando em uma nova era da economia digital e em constante expansão, com a integração das economias real e digital. Novos tipos de conexões como o 5G, além de novas aplicações como Internet das Coisas, condução autônoma de veículos e transmissões 4K/8K, estão acelerando o crescimento e a comunicação de dados". Ele ainda completa: "Além disso, há uma urgente necessidade de atualizar e melhorar a infraestrutura de comunicação e armazenamento para possibilitar o uso real das novas tecnologias".

Lançamento do OceanStor Dorado V6 (Foto: Divulgação/Huawei)

Outra novidade trazida à tona pela Huawei é o FusionData, que pode ser definido como uma solução de dados inteligentes que integra o sistema de armazenamento de dados Huawei OceanStor. A empresa explica que a solução é composta "pelo banco de dados GaussDB, pela solução de BigData FusionInsight, pela ferramenta de acesso de dados ROMA, e pela a plataforma de Cloud chamada DAYU".

A proposta é justamente que a nova linha de armazenamento inteligente aumente as vantagens tecnológicas da fabricante chinesa no all-flash para trazer melhorias à infraestrutura de dados e ajudar os clientes a transformar recursos de dados em ativos de dados. “A linha Dorado OceanStor é foco da Huawei Enterprise no mundo, pois se trata de uma solução all-flash (armazenamento 100% em discos SSD) que ajuda a acelerar os negócios das empresas no armazenamento e processamento de dados”, explica Rômulo.

Ativada por chips inteligentes, a série suporta a arquitetura NVMe com algoritmos inteligentes do Huawei FlashLink, proporciona latência de até 0,1 milissegundo e pode ser escalonada até 32 controladores, além de oferecer suporte para 20.000.000 IOPS e confiabilidade (sem interrupção de serviço, detecção de falhas sem afetar os serviços), de acordo com a empresa.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.