Google quer expandir plataforma Cloud para competir com Amazon e Microsoft

Por Thaís Augusto | 09 de Abril de 2019 às 23h10
Reprodução / 9TO5Mac
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

A Google anunciou nesta terça-feira (9) planos para expandir a plataforma Cloud e competir com gigantes como Amazon e Microsoft. O Google Cloud é, atualmente, o terceiro produto de nuvem mais usado no mercado, perdendo para o Amazon Web Services (AWS) e Microsoft Azure.

A informação dos novos planos foi divulgada durante a conferência Google Cloud Next, que reuniu executivos, desenvolvedores e profissionais de TI. Este foi o primeiro discurso público do novo CEO da divisão de Cloud da Google, Thomas Kurian, desde a substituição de Diane Greene. Ele trabalhou na Oracle por 20 anos, e seu último cargo na empresa foi de presidente da área de Desenvolvimento de Produtos.

Durante sua apresentação, ele comentou que quer aumentar a participação de mercado da Google. Uma das estratégias adotadas será a mescla de especialistas técnicos nas equipes de entrada de mercado, grupo que anuncia e vende os serviços da Google para clientes em potencial.

Thomas Kurian durante apresentação no evento Google Cloud Next. Imagem: Reprodução / 9TO5Mac

"Eles entendem profundamente a tecnologia e as indústrias", observou Kurian a comentar sobre os especialistas. Ele ainda comentou que a Google já planeja as novas contratações para a composição do time.

Além disso, a Google está tornando mais fácil para que os clientes façam negócios a partir do Cloud com a introdução de uma estrutura de preços simplificada, contratos mais fáceis e estruturas de co-inovação.

Ainda, a Google também está aprimorando seu programa de parcerias, que vem crescendo bastante em 2019. A quantidade de parcerias fechadas foi destacada pelo CEO da Google, Sundar Pichai, como um feito de Kurian. Ele está na empresa há apenas 10 semanas.

Durante o evento Google Cloud Next, a empresa também apresentou uma série de produtos com foco em desenvolvedores, como o Anthos. A plataforma híbrida, que está sendo liberada aos clientes em versão beta, permite que usuários adotem uma estratégia multi-cloud — isso significa que os clientes poderão adotar nuvens públicas de diversos fornecedores (mesmo de rivais, como Amazon e Microsoft) de forma simplificada.

A partir daí, clientes conseguem combinar dados e aplicativos que funcionavam em infraestruturas próprias ou em nuvens de outras empresas. A Anthons é uma das principais apostas da Google neste momento.

Fonte: 9TO5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.