Microsoft quer simplificar OneDrive para evitar problemas de sincronização

Por Redação | 12.01.2015 às 13:07

Os serviços de cloud computing estão cada vez mais populares, mas dependem de uma série fatores para funcionar. Aos usuários, só importa que seus arquivos estejam lá, e a confiabilidade e disponibilidade das plataformas é o fator fundamental para escolha entre uma e outra opção. A Microsoft sabe disso e, para resolver problemas atuais e evitar futuros, anunciou que vai simplificar o funcionamento do OneDrive.

A empresa explica que, hoje, três engines diferentes são utilizadas para sincronizar os arquivos dos usuários. Uma é usada em aparelhos com Windows 7, 8 e OS X, a segunda é dedicada apenas aos usuários corporativos e uma terceira, justamente a que vem sendo causa de problemas, é exclusiva do Windows 8.1.

A falha acontece devido a alguns arquivos de sistema, que permitem à plataforma economizar o espaço em disco dos usuários. A solução extremamente benéfica para usuários de sistemas com pouco espaço de armazenamento, porém, também está gerando conflitos na sincronia de dados com outras plataformas, justamente devido à ausência de tais aspectos. Quando eles não são localizados, o OneDrive encontra anomalias em seu funcionamento e acaba impedindo a cópia ou apagamento das informações.

O problema, de acordo com o vice-presidente da plataforma Windows, Chris Jones, estaria acontecendo não apenas no OneDrive, mas também em outros apps que usam o serviço. No blog oficial da plataforma, ele afirma que a ideia para os próximos meses é acabar com essa diferenciação de engines e unificar o serviço sob um único sistema, que será usado pelos clientes finais e corporativos em todas as circunstâncias.

No Windows 10, por exemplo, os arquivos de sistema problemáticos não estarão mais presentes, e a Microsoft pretende fazer a integração de outras plataformas pouco a pouco, para não gerar novos problemas. No futuro, então, essa palavra pretende ser riscada completamente do dicionário do OneDrive, de forma que os usuários não encontrem mais falhas no acesso e sincronização de seus arquivos.