O uso de APIs para a checagem de terceiros

Por| 08 de Fevereiro de 2023 às 10h00

Link copiado!

fauziEv8/Envato Elements
fauziEv8/Envato Elements

Todo empreendedor sabe que o sucesso de uma empresa está ligado à sua credibilidade frente ao mercado de atuação. Neste sentido, investir em ferramentas de prevenção contra potenciais riscos, como corrupção e até fraudes, passa a ser um requisito obrigatório para aqueles que desejam seguir em plena expansão.

Mas, afinal, como as empresas podem se adaptar diante deste cenário? Um bom primeiro passo seria implementar práticas de compliance e o uso de tecnologias, como as APIs ("Interfaces de Programação de Aplicação", na sigla em inglês) de consulta de dados, e outras ferramentas automatizadas.

Com a implementação das APIs, por exemplo, equipes de compliance não precisariam executar tarefas repetitivas, acelerariam atividades e se concentrariam em processos mais importantes, como os de Know Your Customer ("Conheça o seu Cliente", em tradução livre), responsável por analisar pessoas físicas e jurídicas.

Continua após a publicidade

Por meio dessas interfaces, seria possível reunir uma série de informações importantes para análise e tomada de decisão. E, dessa forma, fazer uma diligência prévia para conhecer e analisar a atual situação de parceiros em potencial com mais rapidez e eficiência.

Em outras palavras, as empresas conseguiriam detectar previamente se uma nova relação com terceiros poderia acabar sujeitando a companhia a riscos relacionados a casos de fraudes, corrupção, lavagem de dinheiro ou até financiamento ao terrorismo.

A adoção de estratégias de compliance e background check pode parecer um desafio diário. Porém, aqueles que buscam se atualizar sobre esse universo, acabam protegendo sua imagem e, consequentemente, se destacando no seu mercado de atuação. Pense nisso!