Publicidade

Qual é a diferença entre caracol, caramujo e lesma?

Por| Editado por Luciana Zaramela | 24 de Julho de 2022 às 18h30

Link copiado!

Zdeněk Macháček/Unsplash
Zdeněk Macháček/Unsplash

A natureza é tão complexa, que alguns animais parecem praticamente os mesmos, salvo um mero detalhe — e é justamente esse detalhe que os separam em espécies completamente distintas sob o olhar da biologia. Você sabe, por exemplo, qual é a diferença entre caracol, caramujo e lesma? Trata-se de um dos casos onde a sutileza diz tudo.

O que é caracol

Continua após a publicidade

O caracol é considerado um molusco gastrópode terrestre, o que significa que pertencem ao mesmo grupo dos polvos, por incrível que possa parecer. Ser um molusco significa não ter esqueleto interno e ossos, mas os caracóis não estão desprotegidos, justamente por conta de sua concha, que é a sua principal característica.

Os gastrópodes podem se adaptar a uma variedade de condições de vida e não requerem grandes quantidades de alimentos, e foram capazes de evoluir continuamente para sobreviver às condições ao seu redor. Outra "habilidade" do caracol é que, ao se mover, deixa para trás um rastro de lodo, um lubrificante que permite percorrer qualquer terreno sem ferir seu corpo.

Uma curiosidade é que o caracol é incapaz de ouvir, mas possui olhos e órgãos olfativos, que auxiliam a descobrir onde há comida. Tratas-se do órgão sensorial mais importante. A maioria dos caracóis é mais ativa à noite.

O que é caramujo

Continua após a publicidade

Por sua vez, o caramujo diz respeito a um gastrópode aquático, podendo ser encontrado tanto nos mares quanto nas águas doces. Além disso, o animal é conhecido por ter uma concha maior e mais pesada. O Adelomelon becki, por exemplo, é um dos maiores caramujos da costa brasileira: sua concha pode atingir 60 centímetros de comprimento!

O que é lesma

Continua após a publicidade

Enquanto isso, a lesma é um molusco majoritariamente sem concha, que costuma ser encontrado no solo, embaixo ou sobre a vegetação rasteira, em hortas, jardins ou matos. Mas o que muita gente não sabe, é que existe lesma até no mar. Já em relação à concha, é muito raro, mas existe, como é o caso da lebre-do-mar, que conta com um uma bem pequena, encoberta pela pele.

O corpo das lesmas terrestres tem três partes principais: cabeça, pé e massa visceral, que é recoberta por uma espécie de pele, o manto. Da cabeça saem quatro tentáculos, todos retráteis.

Diferença entre caracol, caramujo e lesma

Mas, afinal, qual é a diferença entre caracol, caramujo e lesma? Para resumir: o caracol vive na terra e tem uma concha muito mais delicada, enquanto o caramujo conta com uma concha mais resistente e pode ser encontrado na água doce ou salgada. Já a lesma pode viver tanto no mar quanto na terra, mas não possui concha (salvo raras exceções, em que é encoberta pela pele). De qualquer forma, todos os três são moluscos que pertencem ao grupo dos gastrópodes.

Continua após a publicidade

Fonte: A-Z Animals, Epic Gardening, Diffen, Snail-World