NASA descobre oito novos planetas similares à Terra em zonas habitáveis

Por Redação | 07 de Janeiro de 2015 às 10h16
photo_camera Divulgação

Enquanto a humanidade continua uma corrida rumo a Marte, outros planetas potencialmente habitáveis não param de ser encontrados pelos astrônomos da agência espacial americana. As descobertas mais recentes foram anunciadas nesta terça-feira (6) e, segundo dados do telescópio espacial Kepler, mostram a existência de oito pequenos corpos celestes localizados em áreas habitáveis.

Segundo o site da NASA, estes planetas são habitáveis pelo fato de possuírem diversas condições de sobrevivência, além de uma temperatura ideal para o desenvolvimento da vida humana. Foram 554 planetas examinados e seis deles têm quase o tamanho da Terra, sendo que a distância de suas estrelas são semelhantes à da Terra com o Sol. A agência também apontou que, aparentemente, três deles são feitos apenas de rocha.

Dois destes planetas rochosos são semelhantes à Terra em relação ao tamanho e estrutura. Um deles, chamado de Kepler-438B, fica a 475 anos-luz de distância e é 12% maior do que a Terra. O segundo, chamado de Kepler-442B, fica a 1.100 anos luz e é 33% maior que a Terra.

Planetas habitáveis NASA

A agência espacial explica que os cientistas precisam ter conhecimento em tamanho e massa para determinar se os planetas são compostos de rocha, água ou gás. O coautor da pesquisa da NASA, Doug Caldwell, relatou em depoimento que essas pequenas descobertas aproximam o ser humano da possibilidade da existência de planetas parecidos com o em que vivemos.

O pesquisador John Grunsfeld, que faz parte da administração da missão científica, comenta que "cada resultado no Kepler leva-nos um passo mais perto de responder a questão de saber se estamos sozinhos no universo", diz. Ele ainda afirma que a NASA está conseguindo resultados impressionantes com as imagens coletadas pelo telescópio.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.