Apple luta para sobreviver no mercado de smart speakers; Amazon domina com 70%

Por Wagner Wakka | 05 de Fevereiro de 2019 às 17h56
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Os alto-falantes inteligentes da Apple representam apenas 6% do mercado norte-americano, de acordo com levantamento da Consumer Intelligence Research Partners. A agência de estatística apontou que os HomePods ainda estão bem atrás dos seus principais concorrentes no mercado americano, que conta com 66 milhões de unidades vendidas.

O documento aponta que o Amazon Echo é líder muito isolado neste setor. O aparelho detém 70% da base instalada, contra 24% do Google Home e os apenas 6% do aparelho da Apple. Até dezembro, a Amazon vendeu 46,2 milhões de aparelhos no país, sendo que a Google teve um total de 15,84 milhões de unidades do Home e a Apple somou 3,96 milhões.

Número de aparelhos vendidos nos Estados Unidos (Dados e gráfico: CIRP)

O levantamento também mostra que o mercado cresceu como um todo, passando de 36 milhões de unidades em dezembro de 2017 para 66 milhões no mesmo período do ano passado.

Segundo a empresa de análises, o principal motivo de a Apple ficar tão atrás de suas concorrentes é a falta de produtos variados em seu portfólio do setor. “A parcela de mercado relativamente se manteve bastante estável, com Amazon Echo, Google Home e Apple HomePod contando com consistentes fatias nos últimos trimestres. "Amazon e Google tiveram uma linha abrangente, desde produtos básicos até topo de linha, sendo que a Amazon tem até mais variantes. A Apple, claro, tem apenas seu HomePod com preço premium e aparentemente não vai ganhar uma parcela significante de mercado até que ofereça um produto de entrada perto do que são o Echo Dot e o Home mini”, aponta Josh Lowitz, co-fundador da Consumer Intelligence Research Partners.

Por fim, a pesquisa também traz informações sobre compra de mais de um aparelho: os usuários de múltiplos devices. Em 2017, apenas 18% dos usuários tinham mais de um aparelho, número que subiu para 36% em um ano.

Número de usuários com mais de um aparelho (Gráfico e dados: CIRP)  

“A estratégia das empresas parece persuadir o usuário a comprar mais de um alto-falante para vários cômodos”, aponta Mike Levin, também fundador da empresa. Ele aponta que tanto Amazon quanto Google estão criando cada vez mais mecanismos de interação entre vários aparelhos e até mesmo fazendo funções de casas integradas que justifiquem a compra de mais de uma unidade.

Fonte: CIRP

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.